08:25 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    372
    Nos siga no

    Um físico e cosmologista proeminente acredita que há razões que explicam por que possíveis formas de vida extraterrestre parecem não gostar da Terra.

    Avi Loeb, professor na Universidade de Harvard, diz que um objeto espacial que passou por nosso planeta em 2017 antes de girar em torno do Sol foi, provavelmente, construído por alienígenas, supondo que o objeto em questão poderia ser uma parte perdida de uma nave espacial deixada por extraterrestres, conforme conta o tabloide Daily Star.

    Loeb sugere que a humanidade deveria construir estações especiais de detecção de OVNIs, onde quer que avistamentos tenham sido relatados, acrescentando que seria uma maneira apropriada e não muito dispendiosa de testar as várias teorias da conspiração sobre alienígenas, incluindo suas supostas visitas à Área 51 nos EUA.

    "As pessoas podem relatar coisas da experiência pessoal que não são necessariamente verdadeiras", observou o professor Loeb, físico teórico israelense-americano que trabalha nos campos da astrofísica e cosmologia. Em seguida, acrescentou que "devemos investir uma quantia relativamente pequena de dinheiro. Não custaria muito implantar os melhores instrumentos que temos agora nos locais de onde vieram os relatos, monitorando o ambiente [dos mesmos] por tempo suficiente".
    Guarda com cachorro perto da entrada da Área 51 em Nevada
    © AP Photo / John Locher
    Guarda com cachorro perto da entrada da Área 51 em Nevada

    Contudo, Loeb observou que os possíveis alienígenas dificilmente quereriam visitar e viver com os humanos. Há explicações para tal suposição, nomeadamente no que toca à diferença de condições do meio ambiente.

    "As estrelas mais comuns na galáxia são estrelas anãs. A maioria das estrelas tem cerca de um décimo da massa do Sol, sendo também duas vezes mais frias que o Sol, por isso são vermelhas", disse Avi Loeb, explicando que as estrelas anãs emitem, principalmente, radiação infravermelha, e "se houver vida em planetas próximos delas ... essa vida terá olhos infravermelhos e a grama não será verde nesses planetas, será vermelho escuro".

    Esta é a razão pela qual o físico acredita que os hóspedes interestelares dificilmente verão a Terra "como um destino desejável", pois para a visão infravermelha, a grama verde da Via Láctea não parece particularmente atraente.

    No entanto, Loeb também observou que a ausência de visitantes extraterrestres poderia se dever ao fato de "não sermos muito interessantes em termos de nossa inteligência". "Por algum motivo o ser humano não coopera e isso é muito lamentável, e não é sinal de inteligência [...]", lamentou o professor.

    Mais:

    Cientistas russos encontram anticorpos para SARS-CoV-2 mais fortes que os do tratamento de Trump
    Brilho de galáxias apresenta comportamento inesperado e intriga cientistas
    Marte no horizonte! Sonda chinesa Tianwen-1 tira sua 1ª FOTO do Planeta Vermelho
    Tags:
    teorias da conspiração, vida extraterrestre, OVNI, EUA, Universidade Harvard
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar