12:31 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Uma mulher na Argentina teve o choque da sua vida quando percebeu que a sua mãe, que estaria prestes a ser cremada, ainda estava viva.

    Uma idosa de 89 anos, cujo nome não foi divulgado, foi admitida com urgência por insuficiência biliar em um hospital particular em Resistencia, cidade no noroeste da Argentina, no sábado (23). No dia seguinte, os médicos emitiram a certidão de óbito à sua filha, de 54 anos, dizendo que a mãe havia perdido a vida devido a uma parada cardiorrespiratória, segundo o tabloide Daily Mail.

    No momento em que os trabalhadores funerários se preparavam para cremar a idosa, a filha notou que a mãe ainda tinha sinais vitais, conseguindo parar o procedimento de cremação a tempo.

    De acordo com o jornal argentino Diario Norte, a polícia local supõe que o incidente pode ser um caso de negligência ou falta de rigor médico, uma vez que, atualmente, os hospitais dispõem de aparelhos de tecnologia muito avançada para confirmar a morte de uma pessoa. Segundo especialistas locais, é o tipo de erro que ocorria "há 100 anos".

    Após o susto, a filha mandou uma mensagem de voz a um dos seus familiares dizendo que "a mãe ainda está viva. Estávamos na sala de cremação quando notamos que ela tinha sinais vitais. Estamos indo agora para a clínica".

    A paciente retornou ao hospital particular onde, atualmente, encontra-se em tratamento intensivo. A filha, porém, teria denunciado o mesmo às autoridades locais, que já confirmaram que farão uma investigação completa.

    Mais:

    Com 1.439 novos óbitos, Brasil tem o 3º dia com maior número de mortes desde o início da pandemia
    Cinco melhores forças aéreas da América Latina: de Venezuela ao Brasil
    Na Argentina, Cristina Kirchner é vacinada com a Sputnik V
    Tags:
    Argentina, morte, fogo, vida, acidente, investigação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar