17:26 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    230
    Nos siga no

    Alguns astrônomos detectaram algo raro enquanto procuravam sinais de vida extraterrestre: um sinal de rádio ainda por explicar e que parece ter origem em Proxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol.

    O sinal, batizado como BLC-1, foi registrado quando membros do grupo Breakthrough Listen – um projeto que procura por transmissões extraterrestres mais próximas – estudava a estrela Proxima Centauri com ajuda do observatório de Parkes, na Austrália.

    As ondas de rádio foram captadas em observações realizadas entre abril e maio de 2019, informou The National Geographic.

    Situada aproximadamente a 4,2 anos-luz do planeta Terra, a estrela Proxima Centauri tem em sua órbita planetas rochosos considerados "semelhantes à Terra", de acordo com os astrônomos. Um deles, Proxima b, está a uma determinada distância da estrela que permite a existência de água líquida, uma condição considerada essencial para o surgimento da vida.

    Apesar de os astrônomos suspeitarem que o BLC-1 tenha, na realidade, origem humana, este sinal é provavelmente o evento mais misterioso que o grupo Breakthrough Listen capturou durante toda sua pesquisa por inteligência extraterrestre (SETI, na sigla em inglês).

    Instrumento para monitoramento do sistema estelar Alpha Centauri
    Instrumento para monitoramento do sistema estelar Alpha Centauri

    "Fala-se bastante sobre sensacionalismo na SETI. A razão de estarmos muito entusiasmados com a SETI e de lhe dedicarmos nossas carreiras é a mesma razão pela qual o público se entusiasma tanto com ela [SETI]. São extraterrestres! É impressionante!", compartilhou Andrew Siemion, pesquisador principal do grupo.

    Porém, vários especialistas avisam que é quase certo que existe uma explicação simples para a origem do sinal em questão. O BLC-1 poderia estar sendo emitido de um objeto que não estivesse transmitindo seus sinais corretamente: talvez um satélite, uma aeronave, um transmissor no solo ou dispositivos eletrônicos defeituosos próximos do telescópio utilizado para a detecção.

    Uma equipe de cientistas está agora trabalhando em dois artigos que descrevem as características do sinal detectado. Por enquanto ainda não há conclusões certas ou definitivas, mas caso se venha a provar que o BLC-1 é, de fato, um sinal alienígena, isso poderia significar que existem na nossa galáxia outras civilizações também com capacidade de comunicar.

    Mais:

    'Máscara alienígena' de 6 mil anos com traços humanos e animais é desenterrada na Bulgária (FOTO)
    Buracos negros não existem? Novo estudo sugere existência de 'novelos cósmicos'
    Revelada origem de objeto misterioso na órbita da Terra
    Tags:
    comunicação, vida extraterrestre, inteligência, vida, Proxima Centauri, galáxia, Via Láctea
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar