14:09 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Apesar das anormalidades presentes no organismo do animal, este tinha uma boa saúde e conseguiu se desenvolver adequadamente, segundo pesquisadores.

    Pesquisadores da Universidade de Cagliari (Itália) documentaram o primeiro caso conhecido de um tubarão que sobreviveu na vida selvagem mesmo sem dentes e estruturas que formam a pele, segundo a pesquisa publicada recentemente na Journal of Fish Biology.

    O exemplar estudado de Galeus melastomus, de 30 centímetros de comprimento e 82,7 gramas de peso, foi capturado em 2019 a 500 metros de profundidade por uma rede de pesca comercial em águas da ilha italiana da Sardenha, no mar Mediterrâneo.

    ​Tubarão sem pele e dentes foi capturado no mar da Sardenha

    Ao analisar a pele do animal através de um microscópio, os pesquisadores descobriram que a pele do exemplar não contava com camada epidérmica e tecido conjuntivo frouxo nem com dentículos dérmicos, estruturas que protegem este órgão de agentes patógenos e de escoriações ao nadar.

    Dadas as funções que desempenham estes elementos da pele, é provável que sua carência tenha afetado a forma de nadar do animal, possivelmente aumentando o custo energético, o travando. Isto pode ter debilitado seu sistema imunológico.

    Da mesma forma, os pesquisadores notaram que os dentes do animal apresentam grandes anormalidades, uma vez que estavam "reduzidos a uma espécie de estruturas não visíveis a olho nu". Contudo, esta malformação não limitou sua capacidade de caçar ou se alimentar, dado que esta espécie engole suas presas inteiras.

    "Ainda que este tipo de anomalia morfológica seja potencialmente mortal, as observações indicam que o espécime tinha boa saúde e estava bem desenvolvido", escreveram os autores da pesquisa.

    As razões por trás destas anomalias continuam sendo uma incógnita para os acadêmicos, que sugerem que a causa poderia estar relacionada com uma longa exposição a produtos químicos ou o aumento da acidificação do mar.

    Ainda assim, também poderia se tratar de uma malformação natural ocorrida durante o desenvolvimento embrionário do animal.

    Mais:

    Tubarão branco de 3 metros ataca mulher, mas é salva graças a seu marido
    Biólogo descobre curioso parasita que substitui língua de peixe e se alimenta de sangue (FOTO)
    Rara espécie de inseto é encontrada em Cuba (FOTOS)
    Tags:
    animais marinhos, anomalia, mar Mediterrâneo, pesquisa, tubarão, biologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar