09:15 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Autoridades foram acionadas na região de Ivanovo, na Rússia, para resgatar uma suposta víbora que estava rastejando nas proximidades de uma escola, bem como em torno das casas.

    Entretanto, quando chegaram ao local, as autoridades constataram que, na verdade, tratava-se de uma píton de quase dois metros de comprimento, e de corpo avantajado, que estava rastejando não muito distante de uma escola, na cidade de Kineshma.

    "Recebemos uma ligação, onde pedestres relataram ter visto uma cobra, provavelmente uma víbora, que estava rastejando na vizinhança, não muito distante de uma escola. Pensávamos que teríamos de lidar com uma cobra venenosa, mas nos deparamos com uma píton", afirmou Andrei Ivanov, supervisor da equipe de resgate.

    As autoridades utilizaram um laço de contenção para "fisgar" o réptil e puxá-lo, para posteriormente pegá-lo com as mãos e colocá-lo em uma sacola.

    Após ser capturada, a píton foi examinada por um veterinário, que constatou que o réptil tinha aproximadamente cinco anos de idade, e estava bem alimentada.

    Caso o proprietário não apareça dentro de até quatro dias, o réptil deverá ser entregue ao zoológico da região, concluiu.

    Mais:

    Víbora recém-descoberta 'vira personagem' ilustre de Harry Potter na Índia
    Canibal de sangue-frio: víbora engole cobra em varanda de casa na Tailândia
    Pássaro 'cara de pau' ignora perigo e devora víbora
    Tags:
    réptil, Rússia, víbora, serpentes, cobras, Cobra, píton
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar