19:47 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    353
    Nos siga no

    Durante a missão do rover da NASA Mars Curiosity, o aparelho espacial fotografou figura com linhas retas no solo marciano gerando rumores de vida alienígena no planeta entre conspiracionistas.

    Enquanto a NASA e outras organizações espaciais buscam sinais de vida no espaço, a foto feita pelo rover NASA Mars Curiosity se tornou, para os adeptos das teorias de conspiração, uma prova de que o planeta vermelho já foi um dia habitado.

    A razão disso seria uma figura com linhas retas e algo semelhante a um triangulo ter sido fotografada no vale de Mawrth Vallis em Marte.

    "Tem seguramente, 100%, alguma coisa enterrada lá [...] Tem um objeto triangular com alguma coisa enterrada em seu centro", publicou o portal Express as palavras do autoproclamado especialista em vida alienígena Scott Waring.

    Ainda segundo a mídia, Waring encontrou a foto, logo abaixo, dentre as muitas imagens tiradas pelo rover.

    Figura com linhas retas na superfície de Marte
    © Foto / NASA
    Figura com linhas retas na superfície de Marte

    Mineração extraterrestre?

    Também conforme Waring, dentre as fotos da NASA é possível ver um grande campo que, segundo ele, parece ter sido aberto por atividade mineradora.

    Além disso, comentando outra imagem com uma figura semelhante à letra B, o conspiracionista afirma que isso seria uma "prova absoluta de que alienígenas inteligentes viveram, prosperaram e morreram em Marte".

    Waring acredita que a figura seria um desenho feito por algum líder extraterrestre que teria vivido no local.

    Mais:

    NASA divulga FOTOS do último panorama de Marte enviado pelo rover 'perdido' Opportunity
    NASA descobre água congelada bem debaixo da superfície de Marte (FOTO)
    Tempestades de poeira estariam criando 'elevadores espaciais' em Marte
    Tags:
    NASA, vida alienígena, superfície, linha, desenho, figura, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar