09:31 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    162
    Nos siga no

    Após quase um ano de investigação sobre as origens de um osso achado em meias da marca britânica de roupas Primark, a polícia britânica ainda não resolveu o caso.

    Apesar do tempo e de hipóteses terem sido levadas em consideração, a polícia de Colchester, no Reino Unido, não encontrou indícios de crime ou acidente após um cliente da grife britânica Primark ter encontrado um osso de dedo humano em uma meia da marca em janeiro.

    Conforme publicou o tabloide britânico Daily Star, citando a porta-voz da polícia local, as autoridades foram investigando o mistério até onde era "razoável e proporcionalmente possível".

    "No momento, isto [o caso] não está ligado a um ato criminoso [...] É possível que [o osso] foi posto na meia no seu país de origem, mas isso não pode ser confirmado", declarou a porta-voz, cujo nome não foi informado.

    Segundo a mídia, trata-se do osso de uma das 14 falanges que a mão humana possui.

    Contudo, o achado se deu sem marcas de trauma, pele ou outras partículas do corpo humano ao seu redor.

    Sabotagem?

    Ainda de acordo com representantes da Primark o osso poderia ter sido colocado por alguém na meia.

    "É altamente provável que tal objeto foi posto nas meias por algum indivíduo por razões desconhecidas", afirmaram representantes da Primark.

    A empresa também ressaltou que já havia sido alvo de farsas no passado, e pediu desculpa ao cliente que encontrou o osso.

    Mais:

    Mistério de 2.000 anos do Império Romano é resolvido
    NASA resolve mistério dos planetas de 'algodão doce' (FOTO)
    Reino Unido usaria drogas em soldados para deixá-los acordados por dias
    Tags:
    investigação, Reino Unido, marca, mistério, osso
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar