01:15 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Jacaré na água

    Norte-americana confunde jacaré com tronco e leva mordida na coxa (FOTO)

    CC BY 2.0 / Pepijn Jansen / Jacaré na água
    Mundo insólito
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Uma norte-americana confundiu jacaré com tronco de madeira em um pântano e levou mordida na perna em uma reserva na Flórida.

    Tudo aconteceu quanto Kelsey Pollack, que mora em Palm Beach na Flórida, Estados Unidos, entrou em um pântano de uma reserva para analisar árvores com um colega de trabalho. O nível d'água estava quase na cintura.

    Tendo dificuldade para ver o que estava no fundo, Kelsey acabou pisando em um jacaré pensando ser um tronco de árvore. Não gostando nada da pisada, o jacaré se virou e mordeu a coxa de Kelsey. Sentindo uma dor profunda, a mulher subiu em uma árvore ainda não tendo noção do estrago feito pelos dentes do réptil.

    "Eu me lembro de ter visto a cabeça dele [...] também senti uma pressão [na perna] e eu sabia que algo estava abocanhando minha perna. Foi tudo tão rápido e assustador", disse Kelsey ao canal de televisão CBS 12.

    Após subir na árvore, a mulher fez um torniquete com sua blusa para estancar o sangue. No entanto, voltar à água era necessário já que ela se encontrava no meio do pântano.

    Vítima de um jacaré conta sua história ao CBS12.

    Sendo assim, ela e seu companheiro de trabalho ainda caminharam por cerca de 10 minutos dentro da água em direção ao local onde os paramédicos a atendeu. O jacaré sumiu.

    Os dentes do jacaré fizeram furos de aproximadamente cinco centímetros. Segundo os médicos, Kelsey terá sua perna totalmente recuperada.

    Mais:

    Crocodilo rouba presa de pescadores e a come mesmo 'em flagrante delito' (VÍDEO)
    VÍDEO mostra luta sangrenta entre 2 dos maiores crocodilos australianos
    Conheça norte-americana que 'pulou' da Marinha dos EUA para trabalhar com jacarés (FOTOS)
    Tags:
    Flórida, ataque, pântano, jacaré
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar