21:01 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Sutiã sobre um notebook (imagem referencial)

    Novo vírus seria capaz de obter evidências na hora de usuários buscarem pornô

    © CC0 / Pixabay
    Mundo insólito
    URL curta
    151
    Nos siga no

    Um novo vírus vai afetar os que buscam pornô online ou usam qualquer outro site com conteúdo sexual.

    A empresa de segurança de informação ESET, baseada na Eslováquia, avisou os usuários da França sobre um novo vírus, conhecido por Varenyky, que supostamente registra as imagens de telas dos usuários quando detecta palavras de referência usadas para procurar pornô (i.e. XXX, pornhub, sexo).

    Quando estas palavras aparecem, o malware pode fazer capturas de tela usando um FFmpeg executável e depois subir o vídeo para o servidor de comando e controle (C&C) usando um cliente do Tor.

    O vírus é capaz de acessar senhas e e-mails e potencialmente enviar as imagens pornográficas aos parentes e amigos da vítima, ou até usá-los para chantagem.

    Um pico na telemetria da ESET levou os nossos pesquisadores a descobrir o Varenyky, um spambot capaz de espiar as telas das vítimas enquanto elas visualizam conteúdo sexual, permitindo realizar campanhas de sextorsão muito reais

    O malware, que ainda está sendo desenvolvido por piratas informáticos desconhecidos, também envia mensagens de spam, pretendendo serem faturas ou contas, e quando as pessoas abrem os anexos ele é capaz de extrair os nomes e senhas dos usuários.

    Mais:

    Ex-estrela de pornô estimula interesse pela 'invasão' da Área 51 ultrassecreta (FOTOS)
    Google e Facebook monitoram visitas de usuários a sites pornô
    Ver pornô emite tanto dióxido de carbono como alguns países, aponta estudo
    Tags:
    pornô, segurança digital, vírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar