10:36 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Píton

    Píton de 2 metros de comprimento é encontrada em banheiro na Rússia (VÍDEO)

    © Sputnik / Andrei Solomonov
    Mundo insólito
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Uma píton de 2 metros de comprimento penetrou em um apartamento de uma família na cidade russa de Perm. O vídeo do incidente foi publicado pelo canal de televisão REN TV.

    Segundo o REN TV, a píton tinha cerca de dois metros de comprimento.

    "No banheiro no rés-do-chão vimos uma serpente de uma dimensão bastante grande. Como foi revelado depois, era uma píton. Como penetrou lá, não está claro. Provavelmente, através da ventilação dos vizinhos", contou à Sputnik o adjunto do chefe do Serviço de Resgate de Perm, Pavel Hlizov.

    Os socorristas supõem que a serpente possa ter penetrado no apartamento através do vaso sanitário. Segundo Hlizov, o réptil estava sonolento e por isso não opôs resistência.

    A dona do apartamento contou sobre o encontro inesperado com a serpente.

    "Eu entrei no banheiro […] Na escuridão notei algo comprido e negro. Liguei a luz a luz e fiquei horrorizada".

    O marido da mulher assustada fechou a serpente no banheiro, enquanto o casal esperava pelos socorristas. Ao chegar, os especialistas determinaram que era uma píton real – uma serpente não venenosa que um deles apanhou sem quaisquer meios especiais e pôs em um saco.

    Uma píton de 2 metros de comprimento penetrou em um apartamento em Perm

    O réptil foi levado para o Serviço de Resgate da cidade, tendo depois sido transportada para um serpentário.

    Na entrevista com a Sputnik, o administrador do prédio residencial, Aleksei Gorlanov, precisou que nenhum dos vizinhos de cima do apartamento em causa confessou possuir uma serpente.

    Mais:

    Apanhador de serpentes fica admirado ao encontrar 2 cobras peçonhentas no quarto da casa (VÍDEO)
    Filhote de píton é capturado escondido em picape
    Píton escondida no sofá aterroriza família na Austrália (VÍDEO)
    Tags:
    banheiro, píton, serpentes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar