09:39 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    A píton, conhecida como Monty, de 11 meses de idade, que estava desaparecida, foi encontrada em uma grade de esgoto ao leste de Toronto nesta terça-feira (30).

    O réptil desapareceu após o Toronto Raptors vencer seu primeiro campeonato da NBA no dia 13 de junho, relatou a proprietária.

    Monty foi encontrada por um pedestre, que notou a presença do réptil perto de um posto de gasolina, informando às autoridades locais logo em seguida.

    O Corpo de Bombeiros de Toronto foi até o local para remover o réptil da grade e colocá-lo em um saco antes de transportá-lo até o quartel, informa a CBC Toronto.

    ​Monty, a píton que estava desaparecida há mais de um mês. A píton-real foi encontrada em um bueiro na noite desta terça-feira. A proprietária Samantha Sannella diz estar feliz pela píton de pouco mais de um metro, não venenosa, voltar para casa.

    Segundo Samanta Sannella, proprietária da píton, o réptil apresentava apenas alguns pequenos danos na pele.

    A píton de pouco mais de um metro foi adquirida pelo filho de Sannella em novembro e teria perdido o animal depois de realizar uma festa com seus amigos em comemoração ao título do Toronto Raptors.

    Desde então, Sannella e sua família tentaram de diversas formas localizarem a píton de estimação, até que souberam que alguém havia encontrado uma cobra na região, e, após verem a foto de Monty no Twitter, tiveram certeza de que haviam encontrado Monty.

    A cidade de Toronto tem regras específicas para a criação de alguns tipos de cobras, proibindo a criação de cobras que possuam mais de três metros ou que sejam venenosas.

    Mais:

    Maior do mundo: enorme píton de zoo da Flórida pode ser recordista (VÍDEO)
    Píton de mira boa: tratador recebe bote certeiro em região delicada
    Duelo de titãs: jacaré gigante enfrenta píton em duelo mortal
    Tags:
    pets, réptil, serpentes, cobras
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar