15:07 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Discos voadores (imagem ilustrativa)

    'Caçadores de ETs' vão sair machucados ou presos da Área 51, adverte xerife americano

    CC BY 2.0 / planet observer
    Mundo insólito
    URL curta
    9104
    Nos siga no

    As autoridades dos EUA estão cada vez mais preocupadas com a possível invasão de caçadores de ETs no Condado de Lincoln, no deserto de Nevada, área que abriga a famosa Área 51.

    Xerife local Kerry Lee afirmou que, mesmo não esperando o surgimento de muita gente, mesmo 500 ou 1.000 visitantes poderiam criar problemas de tráfego e estacionamento em uma jurisdição de apenas 5.200 residentes permanentes.

    "Eu acho que isso começou como uma piada, mas pode haver pessoas suficientes levando isso a sério e pode ser um problema", disse o xerife à agência AP. "Alguém vai se machucar e as pessoas podem ir para a cadeia. Não é brincadeira."

    Como indica mídia, o oficial não especificou como exatamente as pessoas poderiam se machucar, mas há pelo menos um cenário mortal.

    Intrusão mortal

    Em janeiro, um homem sem identificação foi assassinado ao dirigir pela Área de Testes de Nevada (NSSS), que faz fronteira com a Área 51.

    Era justamente na NSSS que dispositivos nucleares da Guerra Fria eram testados, e a área é atualmente utilizada para armazenar e proteger o equipamento, sem realização de testes nucleares.

    O intruso foi perseguido por vários quilômetros depois de passar o portão de segurança antes de parar, sair do carro e se aproximar dos oficiais com um "objeto cilíndrico" na mão, de acordo com comunicado de imprensa da NNSS. Ele não respondeu aos comandos para parar e foi morto a tiro no local.

    Uma Base Mística

    A Área 51 é uma instalação da Força Aérea dos EUA criada nos anos 50 para testar programas de aeronaves secretas. O governo não reconheceu a existência da base até 2013, quando a CIA a desclassificou na sequência de um pedido da Lei da Liberdade de Informação.

    A agência revelou que a Área 51 tinha sido selecionada para testar aviões espiões U-2 e, mais tarde, bombardeiros furtivos B-2.

    Cerca de dois milhões de usuários responderam a um evento no Facebook para invadir a base ultrassecreta onde o governo dos EUA manteria seres alienígenas, de acordo com teorias da conspiração bizarras.

    Mais:

    'Nunca vi isso': ufólogo diz ter achado nova base subterrânea da Área 51 pelo Google Maps
    Um milhão de 'libertadores de ETs' quer 'invadir' Área 51 apesar de alerta da Força Aérea dos EUA
    Ufólogo traz à tona análogos russos da Área 51 que podem esconder presença alienígena
    Tags:
    Facebook, consequências, invasão, Área 51
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar