15:43 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Boneca sexual com inteligência artificial da empresa RealBotix

    Raça humana artificial: robôs sexuais terão wi-fi pré-instalado garantindo mais autonomia (Foto)

    © Foto/ RealBotix
    Mundo insólito
    URL curta
    314
    Nos siga no

    Os novos robôs têm cada vez mais autonomia, não sendo necessário dar ordens para que executem certas tarefas.

    O fato de deixar de ser necessário dar orientações é considerado como um grande avanço, garantindo aos robôs poderem funcionar de forma independente, semelhante aos humanos. No entanto, isso comporta uma série de riscos, afirmam os investigadores.

    Os robôs sexuais com inteligência artificial fabricados pela empresa pioneira Realbotix estão sendo atualizados com implantação de novas caraterísticas, tais como wi-fi para tornar os robôs ainda mais reais, para que consigam se comportar "sem controle permanente", algo que proporciona mais autonomia, de acordo com o colecionador de bonecas de sexo Brick Dollbanger, citado pelo tabloide britânico Daily Star.

    Novas tecnologias 5G e o wi-fi criam robôs indistinguíveis dos humanos

    O colecionador e dono do primeiro modelo Harmony, o mais avançado robô sexual até à data fabricado pela mesma empresa, alegou que estes novos melhoramentos podem tornar os robôs sexuais tão perfeitos que podem ser completamente "indistinguíveis" dos humanos.

    Dollbanger especificou que toda a grande variedade de comportamentos e animações pré-programados irá ser possível graças a uma bateria instalada no robô, que terá acesso à rede wi-fi para buscar informações e atualizar a inteligência artificial que os controla.

    Esta última atualização deve se tornar realidade, quando "o artificial se transforma em móvel, e terá fonte de energia autônoma", acrescentou.  

    "Deixará de ser necessário o robô ter portador de sinal. Provavelmente, o sinal será utilizado para atualizar a inteligência artificial, e a rede 5G ajudará a efetuar isso", disse o colecionador citado pelo tabloide.

    Entretanto, Brick Dollbanger, que também trabalha para a empresa, disse que estas grandes atualizações, que ajudarão a obter um fluxo de informação constante do software para o hardware, permitirão uma melhor sincronização, tornando os movimentos do robô mais suaves e realistas.

    Porém, ele avisou que este desenvolvimento comporta riscos, quando desenvolvemos algo que tem aparência e comportamento exatamente como os humanos.

    Mais:

    'Sextorção': robôs sexuais poderiam ser usados para hackear usuários
    Futuro do amor: cientista diz que relações com robôs sexuais podem se tornar coisa habitual até 2050
    Tags:
    robô, bonecas infláveis, sexo, tecnologia 5G
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar