17:35 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Homem assite pornô no computador

    Será que vício em pornografia é mesmo perigoso?

    © flickr.com/ Caryn Sandoval
    Mundo insólito
    URL curta
    137

    A jornalista afirma, citando terapeutas sexuais, que não existe "vício de pornografia", e que o pornô não causa depressão, acrescentando que os filmes para adultos, de fato, têm um impacto positivo na sociedade.

    A jornalista australiana e defensora do pornô Nadia Bokody publicou um vídeo no seu canal do YouTube para explicar que não há nenhum problema em assistir filmes para adultos.

    "Existe esta ideia ridícula de que ver pornografia é algo que estimula a violência sexual e incentiva o desrespeito às mulheres… Posso realmente dizer que os países que têm as atitudes mais abertas e liberais em relação ao consumo de pornografia têm os níveis mais baixos de violência sexual e as taxas mais baixas de gravidez indesejada".

    Bokody refere as declarações do Dr. Chris Donaghue, observando que as pessoas são bastante abertas no que respeita a ver futebol ou programas da Netflix sem parar, afirmando que não há nada de mal nisso, o mesmo acontecendo com os filmes pornográficos.

    Mais:

    'Tudo ficou escuro': rapaz conta o que sentiu ao encontrar namorada em vídeo pornô
    Atriz pornô argentina faz culto ao demônio (FOTOS)
    'Preso em flagrante': pornô é transmitido ao vivo durante documentário policial (VÍDEO)
    Tags:
    consequências, perigo, vício, pornô
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar