05:48 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Jiboia (imagem ilustrativa)

    Jiboia de 2 metros é achada por crianças em jardim (FOTOS)

    CC0 / Pixabay/Gellinger
    Mundo insólito
    URL curta
    0 0 0

    Inicialmente, o pai pensou que as crianças estavam brincando ao dizer que havia uma cobra gigante no jardim da residência.

    Bruce Baker, pai de quatro crianças, pediu ajuda ao vizinho para colocar o réptil de 2,1 metros de comprimento dentro de uma caixa de plástico até que o serviço de captura SPCA escocês chegasse.

    Acredita-se que a jiboia seja um animal de estimação que fugiu para a pequena cidade escocesa de Innerleithen, no domingo (21).

    O pai das crianças informou que ficou "um pouco abalado no início", porque seu filho caçula tem apenas um ano de idade, comunica BBC News.

    ​Pai fica em choque depois de crianças encontrarem jiboia no jardim

    "A cobra estava logo ao lado do gramado, então ela [a criança] estava literalmente a poucos metros da cobra", disse o pai, acrescentando que a serpente tinha sido encontrada debaixo da bicicleta do filho.

    ​Jiboia é encontrada por crianças nas Fronteiras Escocesas

    "Então eu estava pensando no que poderia ter acontecido, porque eu acredito que isso é uma jiboia, uma das cobras que te apertam, e meu filho é bem pequeno."

    Segundo Baker, o instituto de resgate de animais o aconselhou a tentar conter o réptil e colocá-lo dentro de uma caixa.

    ​Crianças encontram jiboia de 2,1 m na porta de casa na Escócia

     

    "A serpente era uma jiboia de aproximadamente 2 metros de comprimento e foi levada para o nosso centro de resgate e realocação de animais em Edimburgo", informou o funcionário do centro de captura SPCA, Jamie Cameron.

    Mais:

    Controle de pragas: cobra é pega pendurada com lagarto na boca (FOTO)
    Indonésio ultrapassa barreiras ao domar 2 cobras-reais
    Australiano põe cobra para 'correr' de casa (VÍDEO)
    Tags:
    Escócia, réptil, Cobra, jiboia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar