08:26 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Mãos de casal

    Britânica processa fabricante de cama após ter sido 'catapultada' durante sexo

    © Fotolia / Canjoena
    Mundo insólito
    URL curta
    1 0 0

    Uma britânica está processando uma fabricante de móveis após ter sofrido um grave trauma da espinha dorsal durante o sexo, acidente que, segundo ela, foi causado por um sofá-cama defeituosa.

    O incidente com Claire Busby, de 46 anos, ocorreu em 2013 após ela fazer reformas em casa. A mulher comprou novos móveis, incluindo a cama. Segundo a britânica, ela fazia amor com seu parceiro nessa cama que, a certo momento, a "catapultou". Ela caiu batendo com cabeça no chão, o que provocou a paralisia.

    "Eu me virei, baixei a mão e senti como se fosse catapultada da parte de trás da cama. Bati no chão com a cabeça, caí para o lado e senti como se uma mola estalasse no meu corpo", disse a mulher, citada pelo The Telegraph. Após o acidente, Busby ficou paralítica.

    A britânica alega que a cama tinha defeitos, pois as duas partes da base que seguravam o colchão não estavam correctamente fixadas, entre outros. A mulher está processando a empresa produtora, exigindo uma indenização por danos em um valor correspondente a sete dígitos.

    A produtora Beds Are Uzzz, por sua parte, nega ter culpa no incidente, afirmando que a mulher e seu parceiro estavam muito perto da beira da cama e que ela simplesmente perdeu o equilíbrio e caiu.

    Mais:

    Aflição extrema: verme de 15 cm é retirado do olho de indiano
    'Eu posso julgar deus': celebridade turca é zombada por tatuagem traduzida no Google
    Tags:
    tribunal, processo judicial, espinha dorsal, trauma, cama, sexo, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik