12:01 18 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Arianny Celeste e Brittney Palmer

    Conheça garotas do octógono que esquentaram duelo entre Conor e Khabib (FOTOS)

    © AP Photo / Jeff Chiu
    Mundo insólito
    URL curta
    281

    Enquanto todos os olhos estavam virados para a luta entre o russo Khabib Nurmagomedov e irlandês Conor McGregor pelo título do campeão peso-leve do UFC (Ultimate Fighting Championship), essas três meninas maravilhosas quase roubaram o show, subindo o octógono entre os rounds em tops decotados e shorts curtíssimos.

    O UFC mantém sua tradição de encarregar meninas de ringue de anunciar os rounds desfilando com placas.

    A tão aguardada luta do campeonato UFC 229 entre Conor McGregor, nascido em Dublin, e Khabib Nurmagomedov, da Rússia, que decorreu neste sábado (6) em Las Vegas, Estados Unidos, não foi exceção, apresentando as melhores garotas do ringue: Arianny Celeste, Brittney Palmer e Brookliyn Wren.

    Além de mostrar e adicionar um pouco de beleza às brutais lutas do UFC, as garotas estão fazendo suas carreiras de modelo, posando para capas de revistas e esquentando o Instagram com fotos de biquínis, vestidos sexuais e lingerie.

    Uma das garotas do octógono mais famosas, Arianne Celeste, de 32 anos, de Las Vegas, trabalha para o campeonato por 12 anos.

    Celeste entrou na lista do top-100 das mulheres mais sexy do mundo da revista Maxim e tem mais de três milhões seguidores no Instagram.

    Sua colega, Brittney Palmer, de 31 anos, tem mais de um milhão de seguidores no Instagram. 

    Além de ser uma menina de ringue, ela também é aspirante a artista contemporânea, designer e cantora.

    A terceira menina é a modelo Brookliyn Wren, de 23 anos.

    Ela é oriunda do Alasca, onde lançou sua carreira participando de concursos de beleza.

    A luta entre Nurmagomedov e McGregor decorreu em 6 de outubro. O lutador russo venceu o irlandês e manteve seu título do campeão peso-leve do UFC. O russo bateu seu rival no quarto round aplicando um crossface.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik