13:18 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Jaula com leão

    Intruso drogado entra na jaula de leoas estressadas e sai de lá sem dedo

    © Sputnik / Alexei Danichev
    Mundo insólito
    URL curta
    0 10

    Nos EUA, um intruso, ao fugir de guardas de um jardim zoológico, saltou para dentro da jaula de leões, perdendo um dedo do pé para uma das felinas, comunicou o portal local ABC 30.

    O caso aconteceu em Fresno, na Califórnia, na quarta-feira (19). Julio Mendez, de 38 anos de idade, que estava drogado, entrou ilegalmente no zoológico da cidade depois de fechado. De acordo com policiais, ele pulou uma cerca de arame farpado para invadir zoológico.

    Para se esconder dos guardas, ele pulou para dentro da jaula de leões, deixando uma felina brava, que o mordeu rapidamente, arrancando um dedo do pé do homem.

    Mesmo "relaxado", Mendez sentiu dor e gritou alto, chamando atenção dos guardas que ainda estavam à sua procura. Posteriormente, ele foi retirado da jaula, algemado e levado a um hospital, comunicou o portal local ABC 30.

    "Eles são incrivelmente fortes, e perigosos. Leões têm garras e massivos dentes caninos, por isso essa pessoa teve muita sorte por ter recebido somente essa lesão", destacou o diretor do jardim zoológico, Scott Barton.

    As leoas foram examinadas pelo veterinário. Elas estão bem, destacou o diretor, acrescentando que o estabelecimento está reavaliando todas as câmeras e aprimorando medidas de segurança.

    Policiais encontraram apetrechos de drogas com Mendez, que foi acusado de invasão de propriedade.

    Mais:

    Dinamarquesa encontra cogumelo 'macabro' que se parece com cérebro (FOTO)
    Cascavel é capturada com facão em estacionamento dos EUA (VÍDEOS)
    Jacaré luta até o fim para não ser capturado em quintal nos EUA (VÍDEO)
    Nasce filhote de cachorro com 2 cabeças no Peru (IMAGENS FORTES)
    Americana se vinga de jacaré por achar que ele comeu seu pônei (IMAGENS FORTES)
    Tags:
    engano, hospital, jardim zoológico, leão, criminosos, Califórnia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik