16:18 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Policiais britânicos perto do Centro Batista Amesbury, Amesbury, Reino Unido

    Britânico se faz passar por fantasma da mãe da ex-namorada e fica preso

    © AP Photo / Matt Dunham
    Mundo insólito
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Um britânico escreveu uma carta para a sua ex-namorada em nome da mãe dela já falecida e ficou preso por violar a proibição de comunicação com a menina, informou o portal de notícias BBC News.

    O tribunal proibiu Roy Meadwell, de 51 anos de idade, da cidade de Yeovil, condado de Somerset, de se comunicar com sua ex-namorada Kay Wimbury depois de ele ter a espancado em dezembro de 2016. O homem nem podia se deslocar ao condado dela, a Cornualha, mas violou a proibição quatro vezes, alegando viagens de negócio.

    Meadwell decidiu tentar reaver a amada mais uma vez, escrevendo uma carta em nome da mãe dela, já falecida, tendo previamente consultado uma vidente. Na carta ele escreveu que Wimbury tinha cometido "um erro horrível", acrescentando que era fácil fazer voltar o homem "que sacrificou tudo por ela", bastava "apenas ligar para ele".

    A mulher adivinhou quem tinha sido o remetente da carta, porque esta incluía detalhes da sua vida pessoal apenas conhecidos pelo ex-namorado.

    O Tribunal Real da cidade de Exeter condenou Meadwell a quatro meses de prisão e também a dois anos de pena suspensa. O advogado de acusação, Martin Meeke, avisou o homem de que a proibição de comunicar com Wimbury ainda está em vigor e, caso ele a viole de novo, será preso por um prazo maior.

    Mais:

    Médico britânico é preso depois de tirar 19 mil fotos de mulheres nuas em cirurgia
    Sexo e cobras: homem britânico enfrenta prisão por pornografia extrema
    Casal britânico está à procura de videomaker para filmar noite de núpcias
    Britânica é resgatada depois de 10 horas à deriva no mar da Croácia
    Tags:
    britânico, namorada, carta, prisão, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar