15:47 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Estátua da Virgem Maria (arquivo)

    Casal é processado por ato de indecência após suposto sexo em igreja

    © flickr.com/ Kristian Bjornard
    Mundo insólito
    URL curta
    0 01

    Uma mulher sem-teto acusada de fazer sexo com um homem sob uma estátua da Virgem Maria em uma igreja católica de Nova Jersey se declarou inocente das acusações de obscenidade nesta terça-feira, segundo informou a imprensa norte-americana.

    Noelle Smart, de 48 anos, teria tido relações sexuais com Anthony Getchius, de 43, em uma "área sagrada" no último dia 22 de maio, no terreno da igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de acordo com autoridades da Corte Municipal de Seaside Heights citadas pela Associated Press.

    Em declarações a órgãos de mídia locais, no entanto, Smart negou que o casal tenha cometido qualquer ato indecente, garantindo que eles estavam apenas deitados no local, que fica em frente a uma delegacia. Eles teriam sido denunciados por um padre.

    Um defensor público foi apontado hoje para representar a acusada no caso. Já o seu parceiro, indiciado por obscenidade, nudez pública e outras acusações, não informou se já tem um advogado. 

    Mais:

    Empresa de camisinhas cria top 30 de atrações turísticas para fazer sexo
    Futebolistas nigerianos são proibidos de ter sexo com mulheres russas durante Copa 2018
    Polêmica: tribunal diz que sexo com criança de 10 anos não é estupro na Finlândia
    'Boca é para comer, não para sexo', anuncia presidente de Uganda (VÍDEO)
    Blogueira chinesa causa tumulto ao oferecer sexo gratuito (VÍDEO)
    Tags:
    obscenidade, nudez pública, sexo, igreja, Associated Press, Anthony Getchius, Noelle Smart, Virgem Maria, Nova Jersey, Estados Unidos, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik