06:18 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Eclipse solar parcial (foto de arquivo)

    Brasil estará entre poucos países que verão eclipse solar hoje. Não perca!

    © REUTERS / Borja Suarez
    Mundo insólito
    URL curta
    3120

    Embora o fenômeno não seja visível em qualquer ponto do planeta, hoje a Antártica e o sul da América Latina virarão testemunhas do primeiro eclipse deste ano.

    Parte do Brasil, Chile, Argentina e Uruguai irá desfrutar de um fenômeno natural no qual a Lua vai encobrir até 60% do disco solar.

    O fenômeno poderá ser observado ao pôr do sol e durará cerca de quatro horas. O melhor lugar para assisti-lo é o sul da Argentina. O eclipse será menos visível quanto mais ao norte se estiver e mais visível, até 60%, mais ao sul.

    Três eclipses parciais em 2018

    Após este primeiro eclipse do ano, um novo eclipse parcial poderá ser visto em 13 de julho, o que poderá ser observado somente na ilha da Tasmânia, no sul da Austrália. O último fenômeno deste tipo será visível em 11 de agosto no norte da Europa e no norte e leste da Ásia.

    Os eclipses solares ocorrem quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra, formando uma sombra que abrange uma parte do território terrestre e oculta parcialmente o disco solar. Para que isso aconteça, os três corpos celestes devem estar alinhados, o que geralmente acontece entre duas e cinco vezes por ano.

    O eclipse poderá ser observado a olho nu, contudo, os especialistas não recomendam fazê-lo, já que a radiação pode causar danos à retina. É mais seguro utilizar óculos especiais e filtros adequados, caso se trate de um telescópio, que protegem os olhos da luz direta.

    Mais:

    'Intruso' penetra em frente do eclipse solar (FOTOS, VÍDEO)
    Site da NASA se recupera após 'apagão' durante eclipse
    Astronautas veem detalhe do eclipse solar que ninguém viu na Terra (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    eclipse solar, Chile, Uruguai, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik