08:06 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    318
    Nos siga no

    Hoje em dia, as pessoas podem esconder quase qualquer imperfeição graças à cirurgia plástica e maquiagem. Entretanto, para alguns ter "beleza humana" não basta, e eles investem o máximo possível para se tornarem em bonecas vivas. Dê uma olhada às "Barbies" e "Kens" que optaram por viver "em plástico".

    A boneca norte-americana Barbie foi sempre adorada pelas meninas por todo o mundo. Algumas delas fizeram tudo para se parecerem com a boneca icônica, decidindo se sujeitar à faca de cirurgião tantas vezes quantas seu aspecto visual exigisse.

    Rachel Evans

    Esta mulher de 46 anos vive em Londres e já gastou mais de US$ 25 mil (quase R$ 80 mil) e 11 anos para se aproximar da imagem da sua boneca predileta.

    Rachel não apenas aumentou os seios e mudou a forma de seu nariz, rosto e bochechas, mas também pediu ao cirurgião que seus lábios "congelassem" em um sorriso permanente.

    "Eu me sinto como Barbie, penso como Barbie e sou Barbie. Eu acho que eu e a Barbie somos a mesma pessoa. Sou uma boneca humana", diz Evans. Ela também é estrela de um "reality show" ligado ao mesmo tema e está buscando por um parceiro parecido com o Ken e disposto a criar filhos.

    Nannette Hammond

    Muitas fãs loucas provêm da "Pátria" da Barbie. Uma delas, Nannet Hammond, mãe de 5 filhos e residente em Cincinnati, no estado de Ohio, tinha mais de 50 bonecas na infância e sempre se quis parecer com elas.

    Seu sonho infantil se tornou uma realidade graças ao seu marido que pagou uma fortuna pela operação aos seios e lábios e colocação de implantes dentários. Nannet, cuja transformação custou cerca de US$ 500 mil (quase R$ 1,6 milhões), também branqueou e alisou seus cabelos ondulados, fez uma maquiagem permanente e bronzeou sua pele.

    A mulher com um cabriolé cor-de-rosa é muito ativa em compartilhar os momentos da sua bela vida de "bonequinha" no Instagram.

    Ophelia Vanity

    Ophelia, residente de Los Angeles, também tem adorado as bonecas Barbie desde a infância e sempre pediu ao Papai Noel que lhe trouxesse mais uma. Quando cresceu, já com 30 anos de idade, gastou US$ 35 mil (mais de R$ 110 mil) em enchimentos, botox e outros tratamentos de beleza em busca de se parecer com a boneca clássica.

    A menina, que prefere ser chamada de "Barbie de Animê", não planeja parar de se transformar: agora, ela está economizando para aumentar os seios e nádegas e pensa em remover 4 a 6 costelas.

    Cada dia ela usa lentes especiais e passa 3 horas se maquiando para aumentar visualmente o tamanho de seus olhos. A moça reconhece que costuma afastar frequentemente os homens, mas espera encontrar um parceiro entre seus seguidores entusiásticos no Instagram.

    Valeria Lukyanova

    Esta "Barbie" russa tem sido heroína das manchetes desde 2012. Além de ser constantemente chamada de versão humana de uma boneca de plástico, ela possui um monte de talentos, sendo modelo, escritora, poetisa, cantora, DJ, palestrante e até líder espiritual que realiza treinamentos para viajantes astrais.

    Valeria prefere esconder sua idade e nega ter feito qualquer cirurgia plástica exceto a operação aos seios. Ela também insiste que suas fotos não são editadas e explica sua imagem perfeita com o seu trabalho árduo.

    Pixee Fox

    Esta fã de cirurgia plástica da cidade sueca de Gavle já fez 3 operações ao nariz, 3 modificações das costelas (removendo 6 delas no total), uma correção de sobrancelhas e 4 aumentos dos seios, gastando mais de US$ 140 mil (quase R$ 450 mil). Pixee, de 26 anos, confessa sempre se ter sentido "presa no seu antigo corpo" e descreve sua batalha como semelhante à de uma pessoa transexual.

    Angelika Kenova

    Angelika Kenova, uma "Barbie humana" da Rússia, não apenas parece uma boneca viva, mas também recebe o respectivo tratamento. Desde sua infância, seus pais a vestiram como uma pequena princesa. Contudo, eles eram bem restritivos e nunca lhe permitiam sair, namorar com meninos e adquirir experiências adultas comuns.

    Agora Angelika, que se apresenta como modelo, psicóloga infantil e até dançarina de balé, posa regularmente seminua com a permissão de seus pais.

    Rodrigo Alves

    Mas não só as meninas que são fãs de bonecas perfeitas. Alguns homens também estão dispostos a imitar os brinquedos plásticos ideais.

    Um dos "Kens" mais realísticos, Rodrigo Alves, nasceu no Brasil, em São Paulo, em uma família de imigrantes britânicos há 34 anos. Ele fez 60 cirurgias plásticas e mais de 103 procedimentos cosméticos, gastando cerca de US$ 700 mil (mais de R$ 2,2 milhões).

    O homem acredita que nasceu no corpo "errado" e tenta constantemente corrigi-lo.

    Ele não vê nada errado em cirurgia plástica, pois na opinião dele isto deve ser uma prática rotineira para a sociedade. Alves participou de 56 shows de TV em todo o mundo e apareceu nas páginas de edições tais como Vogue e GQ. O homem até afirma estar considerando mudar de sexo, porque as "mulheres envelhecem de modo muito mais bonito".

    Justin Jedlica

    Este homem de 36 anos, residente dos EUA, decidiu recorrer a uma cirurgia plástica após assistir a um show de TV onde todos os participantes eram obrigados a fazer o mesmo.

    "Eis o que fazem os ricos", explicou Justin que vem de uma família pobre. Desde a idade de 18 anos, ele se tem focado na sua transformação, poupado dinheiro em viagens, carros, móveis e até presentes natalinos.

    No total, ele fez 190 operações e mais de 340 procedimentos cosméticos. Assim, ele removeu costelas e instalou vários implantes nas costas para se parecer com um super-herói.

    Ao longo de 3 anos, Jedlica foi casado com um empresário rico que o encorajou, mas no final das contas esta "corrida pela perfeição" os dividiu. Hoje em dia, Justin é solteiro e busca uma alma gêmea.

    Mais:

    Esta é Solana, boneca sexual que pode mudar de rosto e personalidade (VÍDEO)
    Gadgets gratificantes: top 3 do mundo em bonecas sexuais (FOTOS, VÍDEO)
    Será que robôs poderão sentir orgasmo durante sexo com humanos?
    Tags:
    Ken, cirurgia plástica, Barbie, bonecas, EUA, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar