13:01 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Fungo Histoplasma capsulatum

    Norte-americano viveu 30 anos com fungos mortíferos no cérebro

    CC BY-SA 2.0 / Yale Rosen / Histoplasmosis
    Mundo insólito
    URL curta
    1 0 0
    Nos siga no

    Médicos norte-americanos descobriram no cérebro de um paciente uma infecção fúngica que permanecia lá cerca de 30 anos, informa a edição Science Alert.

    Segundo especialistas, a doença foi causada pela inalação de esporos do fungo Histoplasma capsulatum. A histoplasmose em geral afeta os pulmões, mas os fungos também podem penetrar em outros órgãos. O Histoplasma capsulatum se encontra por todo o mundo, crescendo no solo e excremento de aves e morcegos. O fungo normalmente infeta pessoas com sistema imunológico fraco, por exemplo, em portadores do vírus HIV. Se a doença não for curada, pode levar à morte.

    O homem idoso consultou o médico, queixando-se de mudanças mentais. Resultados da ressonância magnética e da tomografia computadorizada mostraram tumores no cérebro e nas glândulas adrenais. Os médicos pensavam que era câncer, mas a biópsia mostrou a presença de leveduras nas glândulas, segundo a Science Alert

    O paciente disse que 30 anos atrás visitou a Carolina do Norte (estado norte-americano onde é comum o H.capsulatum), mas que ele mora no Arizona, onde as condições para o crescimento do fungo são desfavoráveis. Segundo os especialistas, foi na Carolina do Norte que ele poderia ter adquirido a infecção. É de surpreender que durante todo esse tempo a histoplasmose não manifestou nenhum sintoma, sendo um caso raríssimo.

    Mais:

    Sauna pode reduzir risco de hipertensão e aumentar expectativa de vida, afirmam cientistas
    Sobreviver ou fazer sexo? Cientistas explicam quanto nosso coração aguenta
    Tags:
    cérebro, fungos, infecções graves, doença, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar