19:46 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    iPhone

    Nossa Senhora! Smartphones aprenderam a avaliar... qualidade de esperma

    © Sputnik/ Grigoriy Sisoev
    Mundo insólito
    URL curta
    0 29232

    O acessório novo vai permitir aos usuários de smartphones examinar sua própria potência reprodutiva sem sair de casa.

    Smartphones são aparelhos pequeninos multifuncionais, não é? Agora há outra utilidade para os aparelhos tecnológicos.

    O contador de esperma usa uma ferramenta comum para muitos aplicativos de smartphones — a câmera. A câmara do celular é crucial para que este acessório inovador funcione.

    De fato, o aplicativo é basicamente um protótipo de lente que torna sua câmera em um microscópio. Uma vez que você bota certa quantidade de esperma em uma ficha descartável, você simplesmente insere a ficha no acessório e inicia o aplicativo que fará análise e cálculo para você.

    E sim, você não terá que limpar seu celular após todos os procedimentos.

    A baixa qualidade de esperma é um dos indicadores para a infertilidade masculina. Hoje em dia, detectar o fato de infertilidade masculina requer equipamentos que custam por volta de 100 mil dólares e um especialista treinado.

    De acordo com Hadi Shafiee, professor assistente da Escola de Medicina de Harvard, a equipe de pesquisadores visava elaborar um teste barato que no futuro se tornasse em um lugar comum e fácil de usar — do mesmo modo como são os testes de gravidez hoje em dia.

    "Queríamos ver o que sucederia se ele [teste] fosse realizado por um usuário não treinado sem qualquer conhecimento científico", disse Shafiee aos jornalistas.

    Talvez sua equipe não foi a primeira a elaborar um teste de fertilidade masculina, mas foi a pioneira na criação de ferramenta capaz de avaliar parâmetros adicionais, tais como concentração de esperma e mobilidade.

    Em comparação aos equipamentos de laboratório, o aparelho em conjunto com o aplicativo garante a precisão de 98% na identificação de infertilidade. Os resultados do estudo foram publicados pelo jornal Science Translational Medicine nesta quarta-feira (22).

    O aparelho, cuja construção custa por volta de 5 dólares, hoje em dia é desenhado para o uso em smartphones Android, mas a equipe também planeja elaborar a versão compatível para iPhones.

    Assim que receber autorização da Administração de Alimentos e Drogas dos EUA, Shafiee vai procurar organizar produção e vendas do aparelho cujo preço estimado será de uns 50 dólares por peça.

    Mais:

    Indiana tenta proibir pornô ao marido exigindo introdução de lei nacional
    Ela não é de verdade: jovens dinamarquesas viram modelos de pornô sem saber
    Uma imagem só é capaz de arrombar Telegram e WhatsApp
    Tags:
    aplicativo, medicina, teste, esperma, iOS, Android, iPhone, Universidade de Harvard, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik