20:07 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Bebê recém-nascido

    Crianças, crianças, paternidades à parte: indiano de 12 anos abala o país

    © AP Photo / Allison Joyce
    Mundo insólito
    URL curta
    245

    Um jovem de doze anos de idade foi considerado pai mais novo na Índia, escreveu o jornal Indian Express na sexta-feira(24).

    O filho do rapaz do estado indiano de Querala nasceu em novembro de 2016 na cidade de Cochim. Naquela época, a mãe de 17 anos de idade declarou que o menino de 12 anos é o pai da criança. Segundo informou o policial S. Jayakrishna, testes de DNA do filho e do pai confirmaram paternidade.

    Para o jornal The Hindu, o doutor P.K. Jabbar do Colégio da Medicina Governamental de Thiruvananthapuram falou sobre a possibilidade de o pai sofrer de puberdade precoce, explicando a façanha. No entanto, tal condição clínica não é extraordinária.

    De acordo com Indiatimes, o bebé recém-nascido foi entregue à instituição local de apoio a crianças e jovens após os parentes da menina anunciarem não estar prontos para aceitá-lo.

    No ano passado, após depoimentos da menina, o jovem foi detido pela polícia por suspeita de estupro, de acordo com a lei que protege jovens de exploração sexual, mas depois foi liberado sob fiança. Entretanto, esse caso será investigado pela comissão da Justiça Juvenil, pois os pais são menores de idade, informa o Indian Express.

    Em 2013, surgiram notícias sobre um menino da Nova Zelândia que foi pai aos 11 anos de idade.

    A identidade dos pais indianos não foi revelada devido à legislação local. Sabe-se somente que são primos e vizinhos.

    Mais:

    Pai quer vender seu filho por ser preguiçoso e desajeitado
    Mãe faz corrente solidária na internet vendendo brigadeiros para tratar filho
    Mãe mata quatro filhos com machado e gera debate sobre desigualdade na China
    Mãe salva filho da boca de um puma nos EUA
    Tags:
    idade, polícia, DNA, análise, lei, exploração sexual, criança, bebê, menor, jovem, pai, mãe, Nova Zelândia, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik