14:48 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    162
    Nos siga no

    A ligação dos troteiros russos Vovan e Lexus à congressista norte-americana Maxine Waters provocou uma reação viva nas redes sociais.

    Durante a conversa com Waters, que recentemente acusou a Rússia de ter atacado a Coreia, os troteiros lhe informaram que Moscou atacou os servidores de Limpopo (segundo maior rio da África austral) e provocou lá um golpe de Estado, ao fazer "a sua marionete Aibolit" (doutor, personagem das obras do famoso escritor russo Korney Tchukovsky) o presidente.

    A representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova, comentou a jogada dos troteiros russos:

    "Fábulas russas se tornam verdade", brincou a diplomata.

    Após a postagem no Twitter, apareceram alguns perfis de Barmalei (personagem da obra "Doutor Aibolit" pirata e canibal) que o denomina como "o único presidente legítimo de Limpopo".

    Além disso, uma página do doutor Aibolit surgiu na rede social.

    As fotos dos autores russos Oleg Efremov e Rolan Bykov que se apresentaram no filme "Aibolit-66" são usadas como fotos principais dessas páginas.

    Um dos Tweets diz:

    "Milhares de norte-americanos saíram às ruas em apoio do governo de Limpopo e contra agressão russa direcionada ao nosso país."

    O representante legítimo de Limpopo fez os tags #FreeLimpopo #SaveLimpopo. O tag #Лимпопо atingiu a liderança no serviço russo do Twitter.

    "Limpopo já é o primeiro no top do Twitter) Todo o mundo apoia este pequeno e orgulhoso país na luta contra a Rússia! Fora usurpador Aibolit!"

    Há quem tenha feito fotomontagem de fragmentos do filme e do desenho animado sobre o doutor Aibolit, bem como das imagens da própria Maxine Waters e de outros políticos dos EUA.

    Mais:

    Fábula ou vida real? Pato coxo furioso expulsa 35 homens dos EUA
    Ataques hacker ‘russos’ aos EUA podem ter sido obra da própria inteligência americana
    Tags:
    personagem, trote, filme, Twitter, Congresso dos EUA, Vovan, Lexus, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar