09:53 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes participam de um protesto contra o sistema de mísseis nucleares Trident em Londres, 27 de fevereiro de 2016.

    'Seja um homem-bomba': campanha polêmica aparece em Londres

    © REUTERS/ Paul Hackett
    Mundo insólito
    URL curta
    71115111

    Uma série de cartazes satíricos apareceu em paradas de ônibus na capital do Reino Unido. A campanha, desenhada pelo artista Darren Cullen, o convida a se juntar à Marinha britânica com o lema "Seja um homem-bomba" e tem o apoio da organização Veterans for Peace UK [Veteranos para a Paz Reino Unido].

    A crítica, visa os submarinistas nucleares que, em caso de guerra, ao lançar um míssil mataria milhões de pessoas seriam destruídos imediatamente em um contra-ataque. Isso os tornaria em homens-bomba.

    O ex-engenheiro de armas da Marinha Real, William McNeilly, que foi expulso depois de entregar ao WikiLeaks um registro de falhas de segurança graves em 2015, disse ao RT que a mensagem dos cartazes é correta:

    "É bem conhecido que os submarinos nucleares serão o principal alvo de uma guerra nuclear. Isso é assim porque quando o submarino começa lançando mísseis ele é detectado imediatamente. Os que estão a bordo sabem que é extremamente improvável sobreviver em uma guerra contra a Rússia. Eles estão prontos e preparados para agir como homens-bomba", disse McNeilly.

    As falhas de segurança

    McNeilly tinha advertido sobre problemas de segurança relacionados com o sistema de lançamento de mísseis a partir de submarinos britânicos. Ele disse que durante seu serviço na Marinha britânica testemunhou "três falhas em três 'testes de compensação WP 186'", que serve para equilibrar as variações de peso do submarino durante o lançamento do míssil.

    Do ponto de vista dele, isso mostra que o míssil Trident "não pôde ser lançado a partir de uma plataforma instável" como um submarino.

    Mais:

    Stop Trident: Londres é cenário de grande manifestação antinuclear
    Documentos da CIA desclassificados revelam incidente que quase provocou 3ª Guerra Mundial
    Mídia: EUA insistiram manter em segredo a falha do míssil britânico
    Tags:
    submarino nuclear, homem-bomba, Trident, Grã-Bretanha, Londres
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik