03:40 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Um cemitério

    Após Uber, chega Umer: 'táxi' para falecidos viraliza nas redes

    © flickr.com/ Zoe
    Mundo insólito
    URL curta
    0 40

    Após o êxito do aplicativo de táxi Uber, os "clones" dele têm se multiplicado: há vários "apps" que ajudam usuários a contratar serviços em quase todas as esferas da vida, mas... não da morte.

    Entretanto, o diretor do serviço meteorológico russo Yandex.Pogoda, Dmitry Gueranin, criou um aplicativo que ajudará usuários a planejar sua cerimônia fúnebre ou a de um ente amado.

    O nome do aplicativo, Umer, rima com Uber, mas significa "morreu" em russo.

    "Parece que a gente tem tudo planejado, menos a morte. Quero mudar essa situação."

    Em entrevista exclusiva à Sputnik Mundo, o criador do aplicativo sublinhou que inicialmente queria denominá-lo como "Alguém morreu" ou "Papai morreu", mas decidiu diminuir o nome do app.

    Segundo comentou Gueranin, os familiares e amigos de um falecido terão a oportunidade de introduzir todos os detalhes e produtos necessários para o funeral. De acordo com ele, o "umer" garantirá alta qualidade dos serviços funerários e as empresas pouco fiáveis serão incluídas na "lista negra" do aplicativo.

    O site do aplicativo para planejamento de cerimônias fúnebres: A morte das pessoas chegadas abala qualquer um. Não podemos ajudar a lidar com esta perda, mas diremos quais documentos são precisos apresentar, sempre propondo as melhores opções de sepultamento ou cremação”.
    O site do aplicativo para planejamento de cerimônias fúnebres: "A morte das pessoas chegadas abala qualquer um. Não podemos ajudar a lidar com esta perda, mas diremos quais documentos são precisos apresentar, sempre propondo as melhores opções de sepultamento ou cremação"

    O aplicativo estará disponível na AppStore e na GooglePlay dentro de três meses. Atualmente, os criadores do app estão elaborando sistema de comunicação adequada e estão analisando a possibilidade de criação de ranking de empresas funerárias. Gueranin realçou que para entrar no app, as empresas funerárias terão que pagar.

    Mulher tira foto como se estivesse morta
    © flickr.com / Melissa O'Donohue
    O criador do aplicativo salientou que também estão trabalhando na versão para computador. A promoção do projeto será efetuada através de uma estratégia viral de marketing e através do "boca a boca".

    "Vai ser muito fácil encontrar a gente. Mas não precisam instalar o aplicativo antes que alguém morra", brincou.

    O próprio Gueranin investiu milhares de rublos neste projeto (100 mil rublos equivale a 1.700 dólares), por não ter encontrado investidores. Segundo ele, o negócio precisará de um ano de sepultamento para receber lucro com o aplicativo.

    O site do aplicativo de planejamento de cerimônias fúnebres: Preencham vários campos. É fácil. Mais fácil do que se comunicar com um funcionário 'da rua'.
    O site do aplicativo de planejamento de cerimônias fúnebres: "Preencham vários campos. É fácil. Mais fácil do que se comunicar com um funcionário 'da rua'".

    Gueranin reconheceu que este aplicativo já tem vários análogos no mercado internacional, embora abordem o tema tão delicado de maneira menos cínica.

    O empresário também afirmou que deseja desbravar mercados estrangeiros: já está negociando com a Bielorrússia, Estônia e alguns outros países europeus sobre a possível saída do aplicativo em seus idiomas. No entanto, antes de tudo, ele quer observar como funcionará em seu próprio país, na Rússia.

    Mais:

    Ensaio fotográfico da 'Viúva Negra' em cemitério viraliza na internet
    Cientistas: vampiros no Brasil passam a beber sangue humano
    Encontrado novo órgão no corpo humano
    Tags:
    viral, aplicativo, redes sociais, AppStore, Google, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar