13:54 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Fantasmas

    Famoso ‘ghostbuster’: Fantasma é truque da mente para preservar saúde das pessoas

    © flickr.com/ Valerie Everett
    Mundo insólito
    URL curta
    298250

    O halloween já passou, máscaras de palhaço e roupas horríveis foram guardadas no armário e os fantasmas descansam. Mas há alguém que se ocupa com forças sobrenaturais durante todo o ano: Dr. Walter von Lucadou.

    Esse alemão de 71 anos de idade é o chefe da instituição de consulta de Parapsicologia em Freiburg. Ele estuda forças sobrenaturais através da ciência.

    Histórias de fantasmas são contadas nos quatro cantos da Terra e muitos de nós conhecemos pelo menos uma: sobre um castelo, em que o espírito do velho conde não pode encontrar a paz, um pântano onde toda a noite fantasmas fazem desordem ou sobre a alma de uma virgem que foi brutalmente assassinada na Idade Média e que cada ano, na noite da tragédia, ela volta ao lugar do crime. Walter von Lucadou é um cientista doutor em psicologia e física. Ele não gosta do conceito de "caçador de fantasmas", ele prefere o termo "investigador de fantasmas". Ele não acredita em feitiçaria e contos de terror.

    Navio
    © flickr.com/ Sheffield Tiger
    Mas ele sabe que há pessoas com quem acontecem coisas inexplicáveis e misteriosas. Os objetos se movem como se uma mão invisível estivessem empurrando-os, em algumas áreas, sem nenhuma razão, pessoas se sentem desconfortáveis. Pessoas que enfrentam tais fenômenos buscam o instituto de consultoria de Parapsicologia em Freiburg. É a única organização na Alemanha responsável pelo auxílio a tais pessoas. Walter von Lucado é o atual diretor.

    Histórias de testemunhas oculares ele leva a sério. "Tais eventos acontecem com muita frequência. Surpreende-me que a psicologia tradicional não lhes leva a sério", fala von Lucadou em entrevista à Sputnik Alemanha. Examinar tais fenômenos é dever de qualquer cientista, independente de onde a pesquisa o leve. Há um número muito grande de tais casos.

    Alguns deles o doutor von Lucadou inseriu no seu livro “Fantasmas me chamam”. Mas se você pensa que tudo acontece como no filme “Os Caças-Fantasmas” (“Ghostbusters”, em inglês) – o cliente liga, reclama de fantasmas na sua casa e o Lucadou com a turma dele imediatamente pula no carro “caçador” especial e corre para pegá-los – então você está erradíssimo.

    Primeiramente, um cientista trabalha por exclusão. "Se alguém diz que estão acontecendo coisas estranhas na casa dele, como um barulho inexplicável, portas se abrem do nada, objetos voam pelo ar, é preciso verificar a existência de ‘causas naturais’: talvez seja uma corrente de ar, uma marta está no sótão ou não passa de uma brincadeira de amigos”, explica o físico. Depois disso, as vítimas recebem a tarefa de registrar tudo em um diário. Durante quatro semanas, eles devem escrever todos os acontecimentos estranhos, indicando a hora exata e local. Depois o Dr. von Lucadou decide o qual medida será tomada para resolver a diabrura.

    Sputnik perguntou ao investigador de fantasmas o que está escondido por trás do conceito "forças impuras" do ponto de vista puramente científico. “Fenômeno paranormal pode ser comparado com reação psicossomática que ocorre fora do corpo humano", explica o cientista. “É sabido que, se uma pessoa está constantemente irritada no trabalho, ela pode desenvolver uma úlcera de estômago. Quando o médico pergunta qual é o problema, muitas vezes ela não pode explicar do que ele está sofrendo. Há vários problemas reprimidos que levam à doença", fala von Lucadou. Por isso clínicas psicossomáticas estão cheias de clientes.

    Há pessoas que não respondem com uma doença física, mas que emitem uma violação de seu equilíbrio mental no ambiente, explica von Lucadou. Assim, surgem os fenômenos inexplicáveis. O cientista nomeia esse processo de externalização. Esse processo é positivo, pois essas pessoas têm uma boa saúde. “Como exatamente isso acontece, é desconhecido, mas a própria essência das reações psicossomáticas é desconhecida", argumenta seu ponto de vista.

    Depois ele cita o caso seguinte: uma família comprou uma taberna antiga para “trazê-la de volta a vida”. Mas na antiga taberna começaram a acontecer coisas estranhas. Barris de cerveja se rompiam do nada, o cão da família se recusava a entrar a casa e o bebê dos conhecidos começava a chorar e gritar sempre que no prédio. Os donos ouviram rumores sobre assassinato no imóvel, agora deles. A família pediu a ajuda ao caçador de fantasmas. Depois de von Lucadou ter excluído todas as razões naturais e a esposa do dono da imóvel ter registrado de forma detalhada todos os acontecimentos em um prazo de quatro semanas, de repente ela ligou para Lucado e disse em voz assustada: “Você tem que vir imediatamente!” A mulher falou que estava sozinha na cozinha quando de repente a faca voou no ar e quase a machucou. A dona de casa jurou que nunca mais entraria na casa. Dr. von Lucadou começou a investigação.

    Ele pediu para ela contar todos os detalhes. Apressadamente, tendo folheado o diário dela, ele percebeu que todas as coisas aconteceram apenas quando o marido não estava presente. Assim, o problema foi resolvido: a mulher, sem saber, iniciou esses acontecimentos paranormais usando externalização. Ela queria que o marido estivesse sempre ao lado dela.

    Esse e outros casos, bem como uma descrição detalhada de sua experiência neste campo, você pode encontrar no livro do Dr. Walter von Lucado "Fantasmas me chamam" — a história do pesquisador de fantasmas alemão mais famoso do mundo, publicado pela editora Lübbe.

    Mais:

    No céu do Japão foi visto algo muito parecido a um OVNI
    Tags:
    físico, Física, psicologia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik