14:00 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Combinação de fotos do presidente dos EUA Barack Obama (à esquerda) e do líder filipino Rodrigo Duterte (à direita)

    O show continua? Presidente filipino diz que Obama pode ‘ir para o inferno’

    © AFP 2018 / Saul LOEB MANMAN DEJETO
    Mundo insólito
    URL curta
    5231

    O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, mais uma vez sacudiu a comunidade internacional dizendo que o presidente dos EUA, Barack Obama, pode “ir para o inferno”, informou a agência Associated Press.

    Duterte usou a frase contra o líder americano durante o seu discurso quando relembrou a crítica – feita pelo Obama – da sua maneira radical de combate contra o tráfico de drogas nas Filipinas. 

    "Você pode ir para o inferno, senhor Obama", afirmou Duterte citado pela edição Exame

    Presidente das Filipinas Rodrigo Duterte discursando antes de partir para a cúpula da ASEAN em Laos, 5 de setembro de 2016
    © REUTERS / Russia Picture Service
    Além disso, escreve a Associated Press, o presidente filipino aconselhou a União Europeia a “escolher purgatório porque o inferno já está cheio”.

    Rodrigo Duterte assumiu a presidência das Filipinas em 30 de junho deste ano. O presidente das Filipinas é a favor do combate em grande escala contra os consumidores de drogas, bem como contra os traficantes. Anteriormente, a agência Reuters destacou que, desde o início da sua presidência, foram mortas cerca de 900 pessoas por ligação às drogas.

    Duterte é conhecido pelos seus insultos aos líderes mundiais. Assim, antes da cúpula do G20 na China, ele chamou o presidente dos EUA, Barack Obama, de "filho da p***" devido a informações de que o líder americano pretendia tocar no assunto, durante o encontro, sobre a morte de mais de 2 mil pessoas desde o início da luta contra as drogas nas Filipinas. Mais tarde, Duterte chamou de "imbecil" o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, por ele ter tocado no assunto das violações de direitos humanos. Antes disso, o líder filipino também insultou o Papa Francisco e o embaixador dos EUA em Manila.

    Tags:
    insulto, inferno, tráfico de drogas, drogas, Rodrigo Duterte, Barack Obama, Filipinas, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik