17:04 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Quase quatro milhões de pessoas estiveram na Praia de Copacabana para a Missa de Envio da Jornada Mundial da Juventude 2013.

    Freiras polonesas fazem flashmob na praia para a JMJ-2016 e usam música gospel brasileira

    © AP Photo/ Luca Zennaro
    Mundo insólito
    URL curta
    0 127522

    Às vésperas da Jornada Mundial da Juventude de 2016, que será realizada entre os dias 26 e 31 de julho, na cidade de Cracóvia, na Polônia, um curioso vídeo de freiras dançando um música gospel na praia bombou na internet. E a música é de um brasileiro!

    As freira da cidade polonesa de Myślibórz organizaram um flashmob em apoio à Jornada Mundial da Juventude 2016 gravando um vídeo clipe na praia. No vídeo, elas surgem na praia vestidas de freiras e erguendo um cartaz da imagem da Divina Misericórdia, uma representação de Jesus com base na devoção iniciada por Santa Faustina Kowalska. Começam a chegar mais e mais freiras pulando e batendo palmas e, aos poucos, uma pequena multidão começa a se aglomerar ao redor das freiras dançantes. E tudo isso ao som de uma música gospel brasileira. 

    O flashmob das animadas freiras viralizou na internet e chegou ao autor da trilha sonora do vídeo, o músico gospel Nilton Junior ‘Ptk’, que reagiu com alegria nas redes sociais ao saber do sucesso do vídeo com a sua música.  

    O anúncio da XXXI Jornada Mundial da Juventude foi feito pelo Papa Francisco em 28 de julho de 2013 e acontece este ano na cidade de Cracóvia, na Polônia. A misericórdia foi escolhida como tema de reflexão da JMJ 2016, cujo lema escolhido foi: "Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia". 


    Mais:

    Mais de meio milhão de estrangeiros já se inscreveram para a JMJ 2016 na Polônia
    Papa substitui administrador da Arquidiocese, suspeito de pedofilia
    'Europa precisa de mudanças' - Papa Francisco
    Turquia critica Papa por comentários sobre genocídio armênio
    Tags:
    freira, Papa Francisco, Cracóvia, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik