11:05 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Uma prostituta

    Mobilização sexual à polonesa em véspera da cúpula da OTAN

    © AP Photo/
    Mundo insólito
    URL curta
    0 147726

    As noites em Varsóvia oferecem uma ampla seleção de oportunidades para os representantes da OTAN na véspera da cúpula, e não se prevê falta de serviços para adolescentes durante a cúpula.

    O portal de notícias polonês fakt.pl divulgou uma entrevista muito popular com uma gestora de uma agencia de acompanhantes. Ela confirma que tem que contratar mais empregadas nos próximos "tempos difíceis". Segundo ela, as taxas começam nos 300 zlotys (cerca de R$ 300).

    "Chegarão na sua maioria homens, que precisam da companhia de mulheres e vêm para a cidade. Isto é normal, em todo o mundo é assim. Não excluo que tenhamos de recrutar novas meninas", diz a interlocutora da edição.

    De acordo com Tomasz Borowiecki, ex-redator-chefe da edição Hustler Polska, esta informação é incorreta ou é autopromoção. Esse preço só é apresentado para uma carteira gorda ou alguém morto de borracho. Na verdade, esses serviços são muito mais baratos. No entanto são os bordeis e algumas senhoras individuais que colhem a nata erótica da cúpula da Aliança do Atlântico Norte – as celebrações em tais iniciativas militares geralmente se realizam sem barulho.

    Ao contrário das palavras da gestora, para a chamada "cidade" vem apenas uma pequena parte dos visitantes oficiais. O prestável pessoal de hotel sempre toma conta dos divertimentos de hospedes estrangeiros. A "cidade" é para poucos caçadores de emoções. Mas a maioria dos "clientes" são preguiçosos e mais dispostos a aproveitar o serviço no seu quarto. O pessoal de hotel cobra 100 zlotys (cerca de R$ 100) para uma menina.

    O ex-redator-chefe da edição romântica citou mais uma razão pela qual os militares e os diplomatas não visitam a "cidade":

    "Metade das meninas que trabalham no centro são ucranianas e bielorrussas. Muito perto da linha de frente oriental, você sente? Nenhuma pessoa sã se permitiria correr o risco de chantagem, especialmente agora que a OTAN se preocupa em não fazer besteira a leste".

    Charge sobre turismo sexual no âmbito da Cúpula da OTAN
    © Sputnik/ Vitaly Podvitsky
    Charge sobre turismo sexual no âmbito da Cúpula da OTAN

    Mais:

    Polônia espera reforço da segurança na Europa Central e Oriental
    1 prostituta + 2 = suspensão
    Petição quer legalizar prostituição na Ucrânia
    Tags:
    prostituição, militares, mobilização, OTAN, Polônia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik