17:08 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    922
    Nos siga no

    José Eduardo Cardozo foi vítima de uma grande brincadeira na última segunda-feira, em Brasília. Após almoçar em um restaurante, o ex-ministro se surpreendeu quando sua conta foi paga pelo jurista "Tomás Turbando", personagem fictício que virou sensação após ser citado por engano por ele em uma sessão da Comissão do Impeachment.

    “Tomás Turbando” foi um dos especialistas citados por Cardozo, no último dia 16, quando fazia a defesa da presidenta Dilma Rousseff no Senado Federal. O nome foi pronunciado por ele quando fazia uma leitura de documentos preparados por sua equipe, que, por acidente, havia incluído Turbando, resultado de uma brincadeira interna, na lista dos juristas cujos posicionamentos embasariam a tese da defesa.

    De acordo com fontes familiarizadas com a pegadinha, a conta de Cardozo, que almoçou na ocasião com o também ex-ministro Luís Inácio Adams, custou cerca de R$ 300,00 e foi paga na verdade pelo advogado Eduardo Moreth Loquez.

    Mais:

    José Eduardo Cardozo diz que processo de impeachment contra Dilma parece caça às bruxas
    Tags:
    Luís Inácio Adams, Eduardo Moreth Loquez, Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar