01:53 30 Março 2017
Ouvir Rádio
    Um tigre

    'Devorar refugiados': grupo realiza ação polêmica em Berlim

    © REUTERS/ REUTERS/Stefan Wermut
    Mundo insólito
    URL curta
    148413

    O coletivo artístico alemão Centro de Beleza Política (Zentrum für Politische Schönheit) está organizando uma ação polémica com o objetivo de protestar contra a politica do Governo Federal na questão dos refugiados.

    Eles querem ser autorizados a trazer 100 refugiados em um avião da Turquia para Berlim no dia 28 de junho e, se isso não for autorizado, prometem colocar alguns refugiados voluntários em uma arena para serem devorados por tigres.

    A pergunta principal que o grupo de artistas põe para o governo alemão é: “Por que razão os refugiados não podem vir simplesmente em um avião?” No vídeo promocional para atrair donativos se diz: “Acabem com o negócio de tráfico de pessoas!”

    Se o Governo Federal não autorizar este voo ou não reagir (eles assumirão a ausência de resposta como um ‘não’), voluntários refugiados entrarão em uma arena especial, construída pelos artistas no centro de Berlim, para “serem devorados publicamente” nesse mesmo dia 28 de junho.

    A arena, equipada com cartazes provocativos, junto com vários tigres, já se encontra instalada perto do Teatro Maksim Gorki, na capital alemã. A agência alemã DPA perguntou aos artistas sobre a seriedade de suas intenções. Um dos integrantes do grupo, Philip Ruch, respondeu:

    “Quem nos conhece e conhece nossa atividade sabe também que respondemos por nossas palavras”.

    Ao mesmo tempo na quinta-feira funcionários municipais desmontaram quase todos os materiais referentes a esta ação política. Todos os cartazes e informações foram recolhidos. Segundo a informação da agência alemã Bild, a arena com os tigres permanecem na rua neste momento.

    ​O Centro de Beleza Política é conhecido por suas ações públicas de grande impacto. Como protesto contra a política de refugiados da UE, os artistas tinham já organizado em 2015 a ação Os Mortos Estão Chegando (Die Toten kommen) em Berlim. Nesta ação simbólica eles enterraram uma mulher, mãe de quatro filhos que, de acordo com o grupo, morrera afogada no Mediterrâneo.

    Mais:

    Acnur: ajuda de países ricos a refugiados sírios é 'fracasso coletivo'
    ONU: União Europeia pode receber muito menos refugiados do que o esperado
    Argentina receberá três mil refugiados sírios
    Tags:
    tigre, ação, arte, crise, refugiados, Berlim, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik