21:14 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Telefone celular

    Emirados: mulher pode ser deportada por bisbilhotar celular do marido

    © flickr.com/ Japanexperterna.se
    Mundo insólito
    URL curta
    121
    Nos siga no

    Uma mulher corre risco de ser deportada dos Emirados Árabes Unidos após ser acusada de ler mensagens no telefone celular de seu marido infiel sem pedir autorização, informa o jornal The Independent.

    Ao suspeitar que estava sendo traída pelo marido, a mulher, cuja identidade é desconhecida, decidi comprovar e leu conversas do cônjuge no telefone celular. Ao ver as “provas” da traição, enviou as mensagens a seu próprio telefone celular via WhatsApp. O marido descobriu a investigação da esposa e foi à polícia.

    O tribunal de Ajman, cidade perto de Dubai, declaro a mulher culpada de infringir as leis de delitos cibernéticos que proíbem a transferência de fotos ou “informação eletrônica” sem permissão do proprietário e também culpada de acessar o telefone celular de outra pessoa sem autorização.

    As leis dos EAU preveem penas de até seis meses de prisão por esse tipo de infração. No entanto, o tribunal optou por extraditar a mulher, já que a acusada não é cidadã do país. Além disso, a esposa deverá pagar uma multa de cerca de US$ 40 mil.


    Mais:

    Autoproclamado líder do Daesh nos EAU é condenado a prisão perpétua
    EAU estão prontos a enviar tropas terrestres à Síria
    Rússia fornecerá nova torre de artilharia automática aos EAU
    Tags:
    telefone, celular, deportação, tribunal, EAU
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar