22:53 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    A casa em que morava Libertad e cuidava de Benito

    Amizade invencível: Morte do paciente não parou os cuidados da enfermeira

    © Foto: Street View
    Mundo insólito
    URL curta
    0 51201

    Uma mulher argentina quis manter o corpo do seu amigo que faleceu de maneira natural. Alegadamente, ela até aplicava água com aloe no morto para ensurdecer o cheiro terrível, comunicam a mídia argentina.

    A enfermeira Libertad Rondán levava 10 anos cuidando de Benito Ojeda, vendedor dos bilhetes de loteria que morava na província de Santa Fe. Em 2 de maio, o homem de 65 anos de idade morreu, mas Libertad decidiu continuar cuidando dele.

    Um dia o vizinho veio a visitar Benito mas até este fato não influiu sobre o comportamento da mulher: ela informou o vizinho da morte e lhe propôs ir ver o amigo. Chocado, o vizinho chamou a polícia.

    Mais tarde Libertad afirmou à polícia que depois de Benito morrer, ela logo falou com os seus familiares, mas eles não reagiram à notícia passadas duas semanas. Ela adicionou que não deixaria o seu trabalho porque é a sua vocação.

    A mulher deverá passar uma série de testes médicos. A polícia afirmou que nunca tinha enfrentado uma situação parecida.

    Mais:

    Vídeo: Flor-cadáver gigantesca floresce nos EUA
    Fã de Harry Potter tenta entrar em vaso sanitário para chegar ao Ministério da Magia
    Briga entre 200 pessoas dentro de um cemitério em Moscou deixa 3 mortos
    Tags:
    Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik