05:50 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    114
    Nos siga no

    Pequenas “aranhas do Daesh” é o novo tipo de invasão que o Iraque tem de combater. Tal como os militantes do grupo jihadista, estas aranhas são mais uma ameaça para a segurança dos iraquianos, invadindo as suas casas e as tendas de refugiados.

    As aranhas pretas com uma marca vermelha se disseminaram a partir do oeste do Iraque, perto da base militar Al-Habbaniyah, onde estão estacionadas as forças norte-americanas. O caso indignou os cidadãos da província de al-Anbar, onde estão em curso operações militares para recuperar o controle do território de grupos terroristas do Daesh.

    A agência Sputnik publicou um vídeo fornecido por um cidadão de El-Habbaniyah (localizado entre as cidades de Fallujah e de Ramadi). Neste vídeo um granjeiro iraquiano, Abu Othman, diz:

    "Eu confirmo que as espécies de aranhas americanas ‘viúva negra’ são encontradas no distrito de El-Habbaniyah. Exijo do governo local eliminar esta praga, que penetra em nossas casas na região e prevenir a sua multiplicação".

    Abu Usman apelou aos ministérios centrais e locais da saúde e da agricultura a aplicar medidas para esclarecer o povo local sobre o perigo de estas aranhas, conhecidas por todo o mundo por suas picadas venenosas, que são às vezes mais venenosas do que as de cobra.

    Ele acrescentou que na região de Al-Habbaniyah estas aranhas penetram nas casas dos habitantes cada dia. Muitas pessoas não sabem que são perigosas para elas e para seus filhos.

    O Ministério da Saúde do Iraque informou a Sputnik que até agora não foi registrado nenhum caso de picada destas aranhas na província de al-Anbar e em outras províncias do país.

    Um representante do Ministério da Saúde do Iraque, Ziyad Tariq, disse à agência "Sputnik" na terça-feira que "o ministério não registrou quaisquer casos de feridos por picadas de ’viúva negra’ e que a maioria dos rumores foi espalhada através das redes sociais".

    O habitat natural destas aranhas é a América do Norte, os EUA e a Austrália, sendo surpreendente o fato de elas se adaptarem ao clima quente do Iraque.

    Os iraquianos julgam que essas aranhas venenosas possam ter sido trazidas com algumas cargas transportadas para o Iraque.

    © Sputnik
    Aranhas americanas do Daesh ameaçam Iraque

    Mais:

    Autoproclamado líder do Daesh nos EAU é condenado a prisão perpétua
    Militantes do Daesh atacam curdos iraquianos com arma química
    ‘Tom e Jerry servem ao Daesh’, diz chefe de informação do Egito
    Tags:
    aranhas, Daesh, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar