18:36 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Protesto de estudantes turcos

    Vice-reitor de universidade turca: ‘Cidadãos educados são maior ameaça para o país’

    © AFP 2017/ ADEM ALTAN
    Mundo insólito
    URL curta
    847647

    O vice-reitor da Universidade de Sabahattin Zaim em Istambul, professor Bulent Ari, fez, há alguns dias, uma sírie de declarações controversas no ar do canal televisivo KRT, que provocaram uma discussão na sociedade turca.

    Por exemplo, ele disse que “sente grande preocupação com o fato que no país cresce o número da população educada”. Segundo o professor universitário, ele tem muito mais confiança em cidadãos não educados porque “são mesmo eles que podem prevenir a queda do país no abismo”.

    Respondendo à pergunta sobre os acadêmicos que assinaram uma petição “Não iremos ser cúmplices deste crime” contra a operação turca contra os militantes curdos no sudeste do país que é às vezes chamada de genocídio devido ao elevado dano civil, Bulent Ari disse o seguinte:

    “Tenho mais confiança em senso desenvolvido de intuição possuído por cidadãos não educados no nosso país. É mesmo o povo que não tinha ensino superior e até não assistiu à escola elementar pode prevenir a queda do país no abismo. Esta gente nunca irá cometer o erro cometido por estes acadêmicos. Eles empurram a Turquia em caos como anteriormente fizeram os Jovens Turcos [grupo que queria reformar o Império Otomano]. A maior ameaça para a Turquia é apresentada por professores e formandos de universidades. As pessoas que só terminaram a escola elementar entendem melhor a essência dos acontecimentos ao torno deles porque a consciência deles é pura. Aqueles que terminaram universidades perceber a realidade do modo deformado, eles não são adequados. Eu sinto grande preocupação quando entendo que a quantidade da população educada está aumentando”.

    O vice-reitor também expressou a sua opinião sobre o papel do presidente turco Recep Tayyip Erdogan cuja renúncia será uma catástrofe, de acordo com Ari:

    “Se Erdogan renunciar, vamos enfrentar uma verdadeira catástrofe. Para deixar algo como herança para as seguintes gerações, nós possivelmente teremos de morrer. É preciso reconhecer que todos nós neste momento vivemos em condições de uma guerra não declarada”.

    P.S. Em 22 de março o professor manifestou a sua demissão do cargo vice-reitor da Universidade de Sabahattin Zaim. 

    Tags:
    educação, estudantes, universidade, Recep Tayyip Erdogan, Istambul, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik