00:10 16 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (74)
    0 30
    Nos siga no

    O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, criticou nesta sexta-feira (8) a concentração de vacinas contra a COVID-19 nas mãos de países ricos e pediu uma distribuição justa dos imunizantes.

    Em coletiva de imprensa, o chefe da OMS disse que o mecanismo de distribuição de vacinas da OMS, COVAX, havia firmado contratos para dois bilhões de doses de vacinas, mas os países em melhor situação estavam drenando o suprimento de vacinas ao fazer acordos bilaterais adicionais. 

    "Eu exorto os países que contrataram mais vacinas do que precisam e estão controlando o fornecimento global a também doar e liberá-las para o COVAX imediatamente", disse Tedros Adhanom. "No início, os países ricos compraram a maior parte do suprimento de várias vacinas... Isso aumenta potencialmente o preço para todos e significa que as pessoas de alto risco nos países mais pobres e marginalizados não recebem a vacina", explicou. 

    ​"Lembrem-se, acabar com a pandemia da COVID-19 é uma das grandes corridas da humanidade, e, gostemos disso ou não, nós vamos vencer ou perder essa corrida juntos."

    Ainda de acordo com o diretor-geral, "o nacionalismo da vacina prejudica a todos" e é "contraproducente". Distribuídas de forma equitativa, as vacinas estimulariam uma recuperação econômica global e limitariam as chances de o novo coronavírus sofrer mutações, reduzindo sua transmissão.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (74)

    Mais:

    OMS pede distribuição justa da vacina contra COVID-19 entre todos os países
    Ministro da Saúde da Alemanha diz que país terá vacinas suficientes para todos
    Pazuello anuncia contrato para compra de 100 milhões de doses da vacina CoronaVac
    Portugal diz que compra de vacinas por países não pode prejudicar acordos já existentes na UE
    Tags:
    novo coronavírus, pandemia, COVID-19, pobres, ricos, países, vacinação, vacina, Organização Mundial da Saúde, OMS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar