03:34 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    A França condenou a explosão que deixou feridos em um cemitério na cidade de Jidá, na Arábia Saudita, nesta quarta-feira (11).

    "As embaixadas que estiveram envolvidas na cerimônia de comemoração condenam este ataque covarde, que é completamente injustificado", disse um comunicado do Ministério das Relações Exteriores da França, segundo a Reuters.

    O ataque desta quarta levou a França a pedir que os cidadãos franceses morando na Arábia Saudita mantenham "máxima vigilância". A embaixada francesa nos Emirados Árabes Unidos também pediu para que os franceses fiquem em estado de alerta.

    Fontes divergem sobre o número de feridos no ataque. Segundo um funcionário da Grécia (que preferiu não se identificar) "quatro pessoas foram feridas, entre eles um cidadão grego", conforme noticiado pela Reuters. Ainda segundo a mesma agência, o governo local disse que o ataque deixou dois feridos – um funcionário do consulado grego e um guarda saudita.

    A explosão aconteceu durante homenagem aos combatentes da Primeira Guerra Mundial. O evento contava com a presença de diplomatas europeus, incluindo o cônsul francês na Arábia Saudita.

    #ArabiaSaudita Tentativa de ataque nesta manhã no cemitério não muçulmano em #Jidá. Durante a cerimônia do #11deNovembro. Com a presença do Cônsul Geral da França, Irlanda, Reino Unido... e expatriados franceses. Pessoas feridas ... 15 dias após o ataque com faca no Consulado, a França ainda é o alvo!?

    A explosão é o segundo incidente a acontecer na cidade nos últimos dias. Em 29 de outubro, um segurança do Consulado da França em Jidá foi ferido a facadas. Um homem saudita foi identificado como o autor do ataque e preso. Ainda não se sabe qual foi a motivação do ataque.

    Mais:

    França e Turquia: amarga disputa de hoje e aliança de ontem
    Coreia do Sul detém 2 estrangeiros por colarem cartazes com ameaças na embaixada da França
    Arábia Saudita intercepta drone explosivo lançado pelo movimento houthi
    Tags:
    França, explosão, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar