05:18 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (480)
    313
    Nos siga no

    A rede social decidiu proibiu anúncios que prometem cura e realiza trabalho de verificação de conteúdo.

    Facebook decidiu proibir anúncios que se referem ao novo coronavírus e prometem a cura ou prevenção da doença causada pelo vírus, informou o portal Business Insider, citando uma fonte da empresa.

    "Implementamos recentemente uma política para proibir anúncios que se referem ao coronavírus e criam um senso de urgência, por exemplo, implicando disponibilidade limitada ou garantindo uma cura ou prevenção da doença", disse a fonte citada pelo portal.

    Em 30 de janeiro, o Facebook também anunciou que estaria "revisando o conteúdo e desmentindo as falsas alegações que estão se espalhando relacionadas ao coronavírus".

    Quando as informações são classificadas como falsas, sua divulgação fica limitada no Facebook e Instagram, enquanto as pessoas que já compartilharam essas informações recebem avisos correspondentes, informou a empresa em comunicado.

    No final de 2019, a China relatou um surto de pneumonia, provocado por uma nova cepa de coronavírus em Wuhan, capital da província de Hubei.

    O vírus já levou a vida de 2.766 pessoas, principalmente na China, mas também atingiu outros países, especialmente Coreia do Sul, Japão, Irã e Itália. Houve 81.163 casos confirmados desde o início do surto, dos quais 30.167 já receberam alta.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (480)
    Tags:
    anúncios, novo coronavírus, Facebook, fake news
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar