22:24 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    496
    Nos siga no

    Após a OMS declarar o novo coronavírus emergência de saúde internacional, o Departamento de Estado dos EUA autorizou a evacuação dos diplomatas norte-americanos da China devido ao surto da doença.

    O governo dos Estados Unidos colocou o seu corpo diplomático e familiares sob o status de "partida autorizada", o que permite deixarem o país asiático. 

    Um porta-voz do Departamento de Estado, segundo publicado pelo portal Axios, disse que a medida se aplica "a todos os funcionários governamentais não emergenciais dos EUA das Embaixadas em Pequim e dos Consulados-Gerais em Chengdu, Guangzhou, Xangai e Shenyang".

    "O Departamento de Estado tomou a decisão de colocar a Embaixada e os Consulados-Gerais dos Estados Unidos no status de partida autorizada por cautela relacionada a interrupções logísticas decorrentes de transporte restrito e disponibilidade de cuidados de saúde adequados relacionados ao novo coronavírus", afirmou o porta-voz. 

    Os serviços consulares continuarão a ser feitos "conforme os recursos permitirem". 

    Os funcionários norte-americanos que trabalham em Wuhan, local de onde o vírus começou a se espalhar, foram colocados sob "ordem de partida", status seguinte ao de "partida autorizada". 

    Surto da doença já deixou 170 mortos

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu declarar nesta quinta-feira (30) o coronavírus 2019-nCoV como uma emergência de saúde pública de interesse internacional.

    O surto da doença já deixou 170 mortos na China e mais de 8.100 pessoas foram infectadas em todo o mundo. 

    Esta é a sexta vez que a OMS aciona o dispositivo de declarar "emergência de saúde pública de interesse internacional", desde que o mecanismo foi criado, em 2005.

    Mais:

    Cruzeiro com 6.000 passageiros é bloqueado na Itália por suspeita de coronavírus (FOTOS, VÍDEO)
    Rússia cancela suspensão de frete ferroviário com China em meio à ameaça de coronavírus
    Brasil tem 9 casos suspeitos de coronavírus
    Tags:
    OMS, vírus, saúde, diplomacia, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar