13:11 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    FMI calcula que aquecimento global vai reduzir em 10% PIB dos países pobres

    Milhares de escolas e universidades declaram 'emergência climática'

    Johannes Eisele/AFP
    Mundo
    URL curta
    110
    Nos siga no

    Mais de 7.000 faculdades, universidades, escolas técnicas e faculdades comunitárias de todo o mundo declararam emergência climática em uma carta conjunta que deve ser entregue à Organização das Nações Unidas (ONU) nesta quarta-feira (10).

    "Declarar emergência climática muda a natureza da urgência no ensino superior", afirmou Sam Barratt, diretor de educação e juventude da Universidade de Nova York, à Fundação Thomson Reuters.

    Redes de escolas se comprometeram a aumentar a sustentabilidade e o alcance do campus, impulsionar a pesquisa sobre mudança climática e as oportunidades de construção de habilidades para estudantes e alcançar a neutralidade de carbono até 2050, algumas até 2030.

    "Isso não é uma coisa boa, é uma obrigação", disse Barratt.

    A carta foi coordenada pela Aliança de Juventude e Educação da ONU, pela Aliança para a Sustentabilidade e Liderança na Educação e pela Second Nature, uma organização sem fins lucrativos que trabalha com faculdades e universidades.

     

    Mais:

    Embaixador britânico qualifica administração Trump como 'caótica', aponta relatório
    Trump admite possível existência de OVNIs
    Trump parabeniza EUA por levar Copa do Mundo; capitã afirmou que não visitará Casa Branca
    Trump foi 'enganado' por aliados para matar acordo nuclear, afirma chanceler do Irã
    Sanções contra o Irã vão aumentar 'substancialmente', diz Trump
    Tags:
    ONU
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar