17:24 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Secretário interino de Defesa dos EUA, Patrick Shanahan

    Estados Unidos vendem armas para sauditas para 'prevenir que China e Rússia ocupem este vácuo'

    © AP Photo / Jacquelyn Martin
    Mundo
    URL curta
    806
    Nos siga no

    Os Estados Unidos estão empenhados em fornecer armas à Arábia Saudita e aos Emirados Árabes Unidos como parte de um esforço para evitar que a China ou a Rússia preencham este vácuo, disse o secretário de Defesa dos EUA, Patrick Shanahan a repórteres durante encontro com o homólogo georgiano.

    "A situação com a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos é: como podemos fornecer-lhes as vendas militares para se defenderem? E realmente o coração de tudo isso está sendo responsivo neste ambiente de alta ameaça e, secundariamente, se eles não comprarem dos Estados Unidos, dos quais somos um parceiro muito forte, então, por razões de segurança, precisam ir para a China ou para a Rússia", disse Shanahan na terça-feira.

    Na semana passada, a Comissão de Relações Exteriores do Senado disse em um comunicado que seus membros apresentarão 22 resoluções separadas para bloquear o acordo de armas do governo Trump com a Arábia Saudita - e com os Emirados Árabes Unidos - e reafirmar o papel do Congresso de aprovar governos estrangeiros.

    Os senadores disseram que a maneira pela qual o governo Trump avançou com a venda de armas é sem precedentes e está em desacordo com a prática e cooperação de longa data entre o Congresso e o Executivo.

    Os Estados Unidos têm um pacote de armas de US $ 8,1 bilhões concluído com a Arábia Saudita, que inclui 120 mil bombas guiadas com precisão, suporte para caças F-15 da Arábia Saudita, morteiros, mísseis antitanques e rifles calibre .50.

    Mais:

    EUA planejam vender mais de $100 bilhões em armas à Arábia Saudita
    Tags:
    China, Rússia, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Patrick Shanahan, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar