13:48 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Policiais em ação no estado de Jammu e Caxemira, Índia (arquivo)

    Ataque na Caxemira: EUA defendem Índia e pressionam Paquistão para punir responsáveis

    © REUTERS / Danish Ismail
    Mundo
    URL curta
    633
    Nos siga no

    Os Estados Unidos demonstraram apoio à Índia e pediram ao Paquistão, nesta terça-feira, que faça o possível para punir os responsáveis por um recente ataque terrorista na Caxemira que provocou a morte de dezenas de militares indianos.

    "Nós estamos em comunicação constante com o governo da Índia, para expressar não apenas nossas condolências mas também o nosso forte apoio à Índia no confronto a esse terrorismo", afirmou o vice-porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Robert Palladino, em conversa com jornalistas. "Instamos o Paquistão a cooperar plenamente com a investigação do ataque e a punir qualquer pessoa responsável". 

    Palladino explicou que, na verdade, Washington está conversando tanto com Nova Deli quanto com Islamabad desde o atentado do último dia 14, reivindicado pela organização extremista islâmica Jaish-e-Mohammed, que é baseada no Paquistão e luta para separar a região da Caxemira da Índia. 

    "Pedimos a todos os países que defendam suas responsabilidades de acordo com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU para negar refúgio seguro e apoio a terroristas", disse o funcionário da diplomacia dos Estados Unidos.

    Mais:

    Nova Deli convoca enviado paquistanês após ataque a militares indianos
    Governo da Índia abre fogo contra civis e aumenta tensão na Caxemira
    Paquistão convoca diplomata indiano após morte de aldeão na Caxemira
    Infiltração de terroristas acende alerta para ataques na Caxemira
    Índia rebate Paquistão por ordem de autoridade sobre parte da Caxemira
    Tags:
    Jaish-e-Mohammed (JeM), Robert Palladino, Caxemira, Nova Deli, Islamabad, Washington, EUA, Paquistão, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar