01:01 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia na Praça Smolenskaya-Sennaya, Moscou

    Rússia: recusa do Canadá de credenciar jornalistas russos ao Grupo de Lima é discriminação

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Mundo
    URL curta
    740

    A Rússia considera que a recusa do Canadá de credenciar os jornalistas da Sputnik e RIA Novosti ao encontro do Grupo de Lima se trate de discriminação e grave violação da liberdade de expressão, declarou a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

    "As ações do Canadá em relação a jornalistas russos correspondem a um ato de discriminação direta e grave violação dos direitos humanos e da liberdade de expressão, do princípio de acesso igualitário à informação para todos", declarou Zakharova.

    Segundo a porta-voz da chancelaria russa, "nós novamente nos tornamos testemunhas de como os valores democráticos, com fidelidade sendo declarada ativamente, inclusive por Ottawa, são trocados por interesses políticos oportunistas".

    Em 4 de fevereiro, o Ministério das Relações Exteriores do Canadá se recusou a credenciar jornalistas da Sputnik e RIA Novosti ao encontro do Grupo de Lima, ocorrido em Ottawa, onde os representantes das chancelarias dos países-membros se encontraram para discutir a situação na Venezuela.

    Mais:

    Editora-chefe do RT reage à decisão do Canadá de barrar credencial da Sputnik à reunião
    Embaixada russa: 'Recusa em credenciar jornalistas da Sputnik é politicamente motivada'
    Canadá barra jornalistas da Sputnik para reunião do Grupo de Lima sobre Venezuela
    Canada receberá reunião do Grupo de Lima para mediar crise na Venezuela
    Tags:
    recusa, direitos, liberdade de expressão, jornalistas, RIA Novosti, Sputnik, Canadá, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar