05:15 24 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    304
    Nos siga no

    Os Estados Unidos não têm planos de alterar o seu apoio logístico às operações militares lideradas pela Arábia Saudita no Iêmen, disse o chefe do Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA, tenente-general Brad Webb, em uma coletiva de imprensa.

    "Não vejo nada no horizonte que possa mudar esse foco neste momento", disse Webb na quarta-feira, quando questionado sobre possíveis mudanças no apoio logístico às operações de Riad no Iêmen.

    Numerosos legisladores dos EUA, incluindo os senadores Dianne Feinstein e Bernie Sanders, instaram o governo Trump a suspender o apoio militar à Arábia Saudita após o desaparecimento do colunista Jamal Khashoggi, do Washington Post, em Istambul.

    As autoridades turcas disseram ter gravações de áudio e vídeo provando que Khashoggi, residente nos EUA, foi morto dentro do consulado saudita no dia 2 de outubro. Na terça-feira, o New York Times informou que autoridades turcas conseguiram identificar pelo nome cinco dos 15 suspeitos, supostamente envolvidos na morte de Khashoggi. Quatro deles têm ligações com o governo saudita.

    Mais:

    G7 pede 'punição a todos os responsáveis' por desaparecimento de jornalista saudita
    Chanceler turco vai discutir com Pompeo caso de jornalista saudita desaparecido
    Trump diz que os EUA saberão o que aconteceu com Khashoggi 'até o final desta semana'
    Arábia Saudita se prepara para admitir a morte de Khashoggi, diz emissora de TV
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar