13:21 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    5181
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores chinês manifestou nesta terça-feira a indignação de Pequim diante da divulgação do Ato de Autorização de Defesa dos EUA de 2019, devido ao conteúdo negativo em relação à China.

    "A parte chinesa expressou repetidamente sua posição sobre esse assunto e fez representações à parte norte-americana. Nós expressamos nossa forte insatisfação com o fato de os Estados Unidos, apesar dos protestos da China, adotou e assinou o Ato de Autorização de Defesa Nacional, que contém linguagem negativa em relação à China", afirmou o porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang.

    O documento em questão, assinado na última segunda-feira pelo presidente norte-americano, Donald Trump, faz inúmeras menções à República Popular da China, frenquentemente descrita como uma adversária e uma possível ameaça à segurança nacional dos EUA.

    "Nós exortamos os EUA a abandonar a mentalidade de Guerra Fria e o conceito de jogo de soma zero, para tratar corretamente a China e as relações entre China e EUA", disse Kang, pedindo o fim da adoção de declarações oficiais negativas sobre Pequim. 

    Mais:

    China usa com sucesso tecnologias hipersônicas na esfera de defesa
    EUA posicionarão elementos de defesa antimíssil no espaço?
    Tags:
    defesa, Ato de Autorização de Defesa Nacional, Donald Trump, Lu Kang, Washington, Pequim, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar