17:56 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestação da extrema-direita norte-americana em Charlottesville, EUA, em 12 de agosto de 2017

    Rússia emite alertas de viagem por preocupação com situação nos EUA e em outros países

    © REUTERS / Joshua Roberts
    Mundo
    URL curta
    481

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia emitiu alertas nesta quinta-feira para os cidadãos russos que se encontram ou pretendem visitar países onde a situação política, a saúde pública ou a ocorrência de fenômenos naturais podem representar sérios riscos, como no caso dos intensos protestos marcados para ocorrer nos EUA nos próximos dias.

    "Em 12 de agosto, manifestações em Washington, DC; a marcha da extrema-direita "Unite the right 2", às 17h30 [21:30 GMT] da estação de metrô Foggy Bottom-GWU até Lafayette Square; protesto de antifascistas no Freedom Plaza do meio-dia até as 15 horas", escreveu o Centro de Gerenciamento de Crises da chancelaria no Twitter.

    Além dos Estados Unidos, o ministério também chamou a atenção para manifestações políticas em lugares da Nicarágua, Romênia, Sérvia e Índia, entre outros, marcadas para hoje, amanhã ou para os próximos dias. 

    "#Tunes – 11 de agosto – a partir das 9h são planejados protestos políticos na praça Bab Saadun, em Tunes; é recomendável evitar lugares com aglomeração de pessoas."

    No que diz respeito a desastres naturais, o centro recomendou que os cidadãos russos fiquem atentos aos incêndios florestais que afetam vários países da Europa, como Letônia, Lituânia, Estônia, Eslovênia, Montenegro, República Tcheca e Noruega, e aos riscos de desabamentos de estruturas e prédios na ilha de Lombok, Indonésia, em razão do recente terremoto que atingiu o país. 

    Finalmente, também foi recomendado aos viajantes russos muita atenção aos surtos de ebola nas províncias de Kivu do Norte e Ituri, na República Democrática do Congo. 

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik