07:45 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Rand Paul, senador republicano dos EUA

    Delegação dos EUA vai à Rússia tentar salvar relações bilaterais

    © REUTERS / John Sommers II
    Mundo
    URL curta
    772

    Uma delegação liderada pelo senador republicano Rand Paul iniciará uma visita à Rússia nesta segunda-feira com o objetivo de discutir as relações entre os dois países em meio à deterioração dos laços entre Moscou e Washington nos últimos anos.

    O grupo, que, além de Paul, conta com o também congressista republicano Don Huffines e Peter Goettler, presidente do Instituto CATO, um think tank libertário com sede em Washington, se encontrará com uma série de autoridades russas em Moscou. 

    Entre os que conversarão com os americanos sobre aspectos da agenda bilateral, como as sanções impostas pelos EUA à Rússia, estão o vice-chanceler Sergei Ryabkov e os parlamentares da câmara alta Vladimir Dzhabarov, Sergei Kislyak e Vladimir Lukin.

    As relações entre EUA e Rússia vêm se deteriorando desde o início da crise ucraniana, que Washington acredita ter tido participação direta do Kremlin. Após a reintegração da península da Crimeia ao território russo, em 2014, os Estados Unidos e seus aliados decidiram impor uma série de sanções contra Moscou, que negou repetidas vezes qualquer participação em assuntos internos da Ucrânia. Em 2016, as tensões entre os dois países chegaram a um novo patamar, depois que autoridades norte-americanas acusaram a Rússia de tentar interferir na eleição presidencial vencida por Donald Trump, acusação também negada pelos russos. 

    Mais:

    Congresso dos EUA prepara sanções 'demolidoras' contra Rússia
    Tags:
    sanções, Donald Trump, Sergei Ryabkov, Rand Paul, Ucrânia, Crimeia, Moscou, Washington, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik